sábado, 15 de julho de 2017

Mulher viaja 3 mil quilômetros para se casar com jovem deficiente, semanas depois de conhecê-lo online - Veja o vídeo.


Algumas pessoas com deficiência, que usam uma cadeira de rodas, talvez se perguntem se ainda tem chances de encontrar o amor de sua vida e se casar com a pessoa dos seus sonhos. Grigory Prutov foi uma dessas pessoas.

Grigory, que nasceu em Vladivostok, Rússia, pode falar de experiência de como ele eventualmente se casou com uma moça encantadora que ele conheceu pela internet.

Quando nasceu, Grigory era um bebê comum como qualquer outro. No entanto, seus pais logo perceberam que algo estava errado quando ele não conseguia andar depois de um certa idade. Ele foi diagnosticado mais tarde com a atrofia muscular que causou a deterioração em seus músculos da espinha.

Os médicos disseram a seus pais que a condição é incurável e ele só tinha cerca de 4 a 5 anos de vida. Grigory, no entanto, desafiou as probabilidades e chegou a idade adulta. Ele usa uma cadeira de rodas.


Grigory é tímido e fez poucos amigos. Foi assim que ele se voltou para o uso do computador para fazer amizade virtualmente. Certo dia ele postou um texto dolorosamente trágico, na famosa rede social russa VKontakte, onde dizia:

“...Eu não posso experimentar o mundo em toda sua beleza. Dói pensar em todas as coisas que eu nunca poderei ter.

Eu não posso experimentar o mundo em toda sua beleza. Eu não posso nadar em um rio ou no mar. Eu não posso correr na grama sem dor. Eu não posso ajudar meus amigos a carregar coisas. Eu não posso cuidar das pessoas que eu amo. Eu não posso fazê-los felizes.

Assista o vídeo:

E eu nunca vou saber o que é ser amado, como se sente quando alguém te quer, quando alguém tem ciúmes ou orgulho de te apresentar. Nunca saberei o que é abraçar alguém que amo, protegê-la, dançar com ela, dar flores ou dar um presente para ela...”

O post de Grigory recebeu milhares de comentários, tanto de pessoas maldosas quanto de pessoas tentando levantar sua moral e melhorar sua autoestima. Entre elas estava Anna, que mora no Cazaquistão, e que após ler o post de Grigory, entrou em contato dizendo que ele havia tocado seu coração. Quando viu as fotos de Anna, Grigory imediatamente se apaixonou pela bela moça. Apesar das hesitações, ele mais tarde enviou suas fotos para dar-lhe uma ideia de como ele realmente é.


O resto, como dizem, é história. Em vez de sumir -como geralmente acontece-, Anna viajou cerca de 3.000 km para conhecê-lo. Foi amor à primeira vista para o casal e finalmente se casaram, ignorando alguns comentários ridículos e maldosos dos quais foram vítimas.


Fontes: http://www.mdig.com.br - cantinhodoscadeirantes.com.br

Nenhum comentário: