sexta-feira, 14 de julho de 2017

Protesto de cadeirantes deixa trânsito lento no centro de Maceió - Veja o vídeo

Um grupo bloqueou o corredor de ônibus e passageiros tiveram que terminar o percurso a pé.

Por G1 AL

Resultado de imagem para Protesto de cadeirantes deixa trânsito lento no centro de Maceió
Cadeirantes bloquearam corredor de ônibus no centro de Maceió

Um grupo de cadeirantes protesta contra a falta de acessibilidade no centro de Maceió na manhã desta quinta-feira (13). Eles bloquearam o corredor de ônibus, deixando o trânsito lento na região.

Click AQUI para ver o vídeo.

Os manifestantes ficaram na rua com cartazes pedindo mais acessibilidade. Por causa do bloqueio, os ônibus ficaram parados no início da via e os passageiros precisam descer antes da parada e seguir a pé para o Comércio.

O presidente da Associação dos Cadeirantes de Maceió, André Dionísio, afirmou que os logistas já foram notificados pela Superintendência Municipal de Controle e Convívio Urbano (SMCCU) e pelo Ministério Público de Alagoas (MP-AL).

“Foi dado o prazo para as modificações serem feitas, mas já se passou quase um ano e nada cumprido”, reclamou.

Dionísio disse que os cadeirantes só sairão do local quando representantes da prefeitura e da Aliança Comercial. “Foram eles que se comprometeram a fazer as modificações”, disse.

A assessoria de comunicação da Aliança Comercial informou que o acordo com o comerciantes ainda não foi homologado pelo MP-AL. Disse ainda que as lojas ainda precisam de adequar as normas e que isso só pode ser feito em um prazo maior.

No ano passado, antes do acordo, os cadeirantes fecharam o corredor de ônibus no para cobrar as mesmas reivindicações.

Cadeirantes bloquearam corredor de ônibus no centro de Maceió (Foto: Magda Ataíde/G1)
Cadeirantes bloquearam corredor de ônibus no centro de Maceió (Foto: Magda Ataíde/G1)


Ônibus ficaram parados em rua do centro de Maceió  durante protesto de cadeirantes (Foto: Magda Ataíde/G1)
Ônibus ficaram parados em rua do centro de Maceió durante protesto de cadeirantes (Foto: Magda Ataíde/G1)

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: