terça-feira, 25 de julho de 2017

Técnico elogia desempenho de Rodrigo Parreira em Londres: "Evoluiu muito"

Treinador Leandro Garcia avalia performance do competidor brasileiro, que foi prata no salto em distância e bronze nos 100m e 200m rasos no Mundial de Atletismo.

Por Caroline Aleixo, Uberlândia, MG

Rodrigo Parreira também foi bronze nos 100 metros rasos e quebrou o próprio recorde das Américas (Foto: CPB/Divulgação )
Rodrigo Parreira também foi bronze nos 100 metros rasos e quebrou o próprio recorde das Américas (Foto: CPB/Divulgação )

As três medalhas conquistadas pelo atleta paralímpico Rodrigo Parreira, no Mundial de Atletismo em Londres, deixaram o treinador Leandro Garcia satisfeito e são resultado do início da preparação do competidor de Uberlândia rumo à Paralimpíada de 2020, em Tóquio.

O atleta da classe T36 foi medalha de bronze nos 200 metros rasos, prata no salto em distância e, no sábado, faturou mais um bronze nos 100 metros. O técnico acompanha de perto o ciclo de Parreira e comentou as expectativas superadas na competição internacional que, além do pódio triplo, terminou com dois recordes da América batidos.

Ele evoluiu muito. Na paralimpíada ganhou o bronze nos 100 metros com o tempo de 12s54 e no Mundial fez 12s28, quebrou o recorde das Américas e está a apenas 38 centésimos de bater o recorde mundial. Nos 200 metros ele também correu muito bem e no salto só não superou a marca porque houve uma queda de temperatura muito brusca no estádio na hora da prova e ele sentiu um pouco – avaliou.

Segundo Garcia, os treinamentos do atleta durante o ciclo paralímpico estão focados no melhor desempenho nas provas de corrida o que, consequentemente, vai favorecer também o salto em distância. O medalhista paralímpico chega a Uberlândia na quarta-feira à tarde e retoma os treinamentos na sexta para a segunda etapa nacional do Circuito de Atletismo, em São Paulo. A competição ocorre nos dias 5 e 6 de agosto.

Nenhum comentário: