domingo, 13 de agosto de 2017

Arrocha, Alvorada! Manaus sedia Copa kids de jiu-jítsu, no dia 19 de agosto

Evento começa a partir das 9h, no Ginásio Poliesportivo do Amazonas (Antiga Amadeu Teixeira), e deve reunir mais de 400 crianças, com entrada gratuita

Por GloboEsporte.com

Competição será no Alvorada (Foto: Antônio Lima/Sejel)Competição será no Alvorada (Foto: Antônio Lima/Sejel)

Um dos bairros mais tradicionais de Manaus, e famoso por ser celeiro de lutadores, o Alvorada sedia uma competição em seu nome voltada para a Arte Suave e propícia para os pequenos: a 1ª Copa Alvorada Kids de Jiu-Jítsu, que acontece no dia 19 de agosto, a partir das 9h, no Ginásio Poliesportivo do Amazonas (Antiga Amadeu Teixeira), Zona Centro-Oeste. O evento deve reunir mais de 400 crianças e terá entrada gratuita.

A Copa é aberta para crianças de dois a 17 anos, de qualquer categoria e naipe, masculino e feminino, e também para PCDs (Pessoas com Deficiência). As inscrições para o evento estão abertas até a próxima segunda-feira, dia 14 de agosto, e podem ser feitas na quadra da Unidos da Alvorada, localizada na Avenida Prosamim. A taxa de inscrição é no valor de R$ 35. A organizadora do evento, Karina Dias, espera disputas pautadas na alegria das crianças.

- Queremos fazer uma grande festa para as crianças. Tudo será decorado com balões, personagens infantis e fantasias para alegrar todas elas, algo bem diferente das outras competições, que em sua maioria são para adultos. Vamos competir de maneira justa, praticar atividade física de forma alegre, espontânea e divertida. Esse é o propósito da Copinha - explicou Karina,

A competição terá início com a categoria a partir de dois anos de idade e os PCDs, numa demonstração lúdica. Depois acontecem as disputas nas demais categorias. As premiações serão para os três primeiros colocados, que receberão medalhas. No ranking das academias, a primeira colocada vai levar R$ 800, a segunda R$ 400 e a terceira R$ 200.

Sonho de revelar talentos
Há 12 anos repassando a modalidade, a faixa preta e mestre Karina Dias sempre enxergou o esporte como uma ferramenta de educação e oportunidade. Moradora do Alvorada, ingressou no jiu-jítsu para superar as adversidades da vida e também para alcançar um sonho: usar a arte suave para salvar vidas e formar talentos.

Evento será disputado entre ciranças (Foto: Mauro Neto/Sejel)
Evento será disputado entre ciranças (Foto: Mauro Neto/Sejel)

- Sou da época que o bairro era muito perigoso, morava numa favela, área vermelha. E como tinha muitas crianças, meu sonho era ter um projeto social para tirar elas das drogas, da violência urbana e do crime organizado. Hoje, graças a Deus, o esporte tem uma grande função social na minha academia e sou muito feliz e grata por isso. Me sinto uma cidadã que colabora com o próximo - finalizou.

Nenhum comentário: