quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Halterofilistas convocados para o Mundial participam do Circuito Loterias Caixa

Por CPB

Imagem

O Brasil participará com uma delegação recorde do Mundial de Halterofilismo, que será realizado na Cidade do México, de 29 de setembro a 6 de outubro. Foram convocados 18 atletas, dos quais oito competirão na categoria junior (até 20 anos), e os demais no adulto. A lista completa está aqui. Antes de embarcar para a capital mexicana, eles têm um importante desafio no Brasil.

A partir desta sexta-feira, 4, até o domingo, 6, dezessete dos convocados disputarão a segunda etapa nacional do Circuito Loterias Caixa. A competição, que será realizada no Centro de Treinamento Paralímpico, na Rodovia dos Imigrantes, em São Paulo, também reunirá atletas da natação e do atletismo neste fim de semana.

O evento contará com 120 halterofilistas e é o último desafio oficial dos convocados para o México antes do Mundial. “Há atletas que estão em uma crescente de rendimento e, certamente, participarão desta etapa do Circuito Loterias Caixa para quebrar recorde brasileiro. Outros, contudo, atingiram 90% de sua capacidade física e vão resguardar esses 10% restantes para chegar com força total no México. Por isso, teremos um fim de semana muito importante para todos os atletas no CT”, previu o coordenador do halterofilismo no Comitê Paralímpico Brasileiro, Felipe Dias.

Entre os convocados para a Cidade do México está o medalhista de prata nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016, o baiano Evânio Silva, da categoria até 88kg. Outro destaque na delegação nacional é a paranaense Márcia Menezes (até 86kg), bronze no último Mundial da modalidade, em Dubai 2014.

Os dois têm sequelas de poliomielite na perna, e estão na história do halterofilismo nacional pois são donos dos dois maiores feitos do país em eventos internacionais até aqui.

"Essa etapa vai servir como preparação para o Mundial e a minha meta, neste momento, é melhorar a marca deste ano para chegar mais fortalecida no México. A preparação tem sido bastante intensa e a intenção é fazer ainda mais, por conta do Mundial. Teremos um mês e meio antes da viagem para poder chegar lá muito bem preparada", disse Márcia, de 39 anos.

A SADEF, do Rio Grande do Norte, foi a agremiação que mais cedeu atletas para a delegação que irá ao México, com quatro representantes: Gustavo Tavares (até 49kg), João Maria Júnior (até 54kg), Renê Belcássia (até 55kg) e Terezinha Mulato (até 67kg). Seguido pela AESA, de Itu, no interior paulista, com três convocados.

Patrocínio
A equipe brasileira de halterofilismo tem patrocínio das Loterias Caixa.

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: