segunda-feira, 16 de abril de 2018

Etapa Centro-Leste do Circuito Loterias Caixa chega ao fim em Goiânia

Marco Antônio Teixeira / CPB / MPIX
Imagem

Por CPB

A quarta e última etapa regional do Circuito Loterias Caixa de atletismo e natação encerrou-se neste domingo, 15, em Goiânia, Goiás, após dois dias de disputas. As competições contaram com 307 atletas no campo e na pista e 102 na piscina. As disputas foram realizadas no SESI – Clube Ferreira Pacheco e no Centro de Excelência do Esporte.

O nadador Ruiter Gonçalves, medalhista paralímpico e mundial, aproveitou a competição regional para realizar os últimos ajustes antes do Open Loterias Caixa de natação e atletismo, competição internacional a ser realizada no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, de 26 a 28 de abril. O regulamento do Circuito Loterias Caixa de 2018 permite que atletas já classificados para as fases nacionais, caso de Ruiter, participem das etapas regionais, porém sem ganhar medalha.

Competindo em casa, o nadador disputou quatro provas: 50m (27s24), 100m (1min0s66) e 400m livres S9 (4min51s48) e os 200m medley SM9 (2min39s69). “Estava em uma parte de treinamento bem pesada. Os tempos foram um pouco altos, mas dentro do esperado. No Open, vou nadar as mesmas provas, mas o ritmo será outro”, explicou. “O legal de participar de regional é relembrar as origens. É bom ver a renovação, sentir o carinho de atletas mais novos. Ouvir que sou ídolo de alguém é algo muito bacana”, declarou Ruiter (CDDU), que nasceu com má formação congênita na mão esquerda.

Nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, o nadador integrou a equipe de revezamento do Brasil que conquistou a medalha de prata nos 4x100m livre masculino 34 pontos. No ano passado, no Mundial do México, faturou o ouro no mesmo revezamento e, ainda, uma prata nos 200m medley SM9.

No atletismo, Gabriela Vieira da Silva (ADVEG) fechou a competição com três ouros. Depois da medalha dourada nos 100m T11 (13s86) e nos 400m T11 (1min7s3) no sábado, 13, a goiana levou a melhor nos 200m T11, com 28s60, neste domingo, 15.

Gabi, como é conhecida, tem apenas 18 anos e mudou-se no início deste ano para São Paulo, com o objetivo de treinar no Centro de Treinamento e melhorar suas performances na pista. “Já sinto uma diferença muito grande na técnica, na coordenação. Estou muito feliz com os resultados que tenho obtido. Nos 100m, aqui, fiz meu melhor tempo da temporada”, afirmou.

A velocista mora na capital paulista com uma das melhores amigas, a também atleta Lorena Spoladore, medalhista paralímpica no atletismo. “A saudade da família, que mora em Goiânia, bate, mas está valendo a pena”, comentou ela, que perdeu a visão por causa um câncer maligno na retina. Gabi, assim como Ruiter, disputará o Open, no fim de abril.

Ao todo, foram realizadas quatro etapas regionais do Circuito Loterias Caixa deste o início do ano: São Paulo, no fim de fevereiro; Rio-Sul, em Porto Alegre, e Norte-Nordeste, em Aracaju, ambas em março, e Centro-Leste, em Goiânia.

Os atletas que alcançaram os índices estabelecidos pelo departamento técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) garantiram participação nas etapas nacionais do Circuito Loterias Caixa, marcadas para junho e agosto. A terceira fase nacional receberá a denominação de Campeonato Brasileiro, em outubro, reunindo os melhores do ano. As três competições serão realizadas no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

O Circuito
O Circuito Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação. Composto por quatro fases regionais e duas nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país. Em 2018, as disputas das fases nacionais serão separadas por modalidade - haverá ainda um Campeonato Brasileiro de cada esporte.

Patrocínios
O paratletismo tem patrocínio das Loterias Caixa e da Braskem.
A natação tem patrocínio das Loterias Caixa.

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: