terça-feira, 3 de abril de 2018

Sorocaba e Botucatu recebem Unidade de Reabilitação Lucy Montoro do Governo do Estado de São Paulo

Governador Alckmin e Dra. Linamara Battistella entregam unidade da Rede Lucy, em Sorocaba

Após entrega de prédio da Rede de Reabilitação Lucy Montoro em Diadema, a próxima cidade a receber uma unidade foi Sorocaba. Na tarde de sábado, 31 de março, o Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, acompanhado da Secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, Dra. Linamara Rizzo Battistella, entregou as obras da unidade que atenderá a região.

A Secretária Dra. Linamara ressaltou que atualmente os direitos da pessoa com deficiência têm sido melhor representados pelo Governo, em especial o de São Paulo. “Temos visto crescer a importância dos direitos das pessoas com deficiência na nossa sociedade, nós estamos entendendo que uma sociedade para ser justa precisa garantir acesso para que a igualdade seja no ponto de partida e para que, no ponto de chegada, todos possam estar juntos construindo uma sociedade verdadeiramente justa”.

Ela destacou a importância das unidades da Rede Lucy instaladas no interior do Estado e capital. “Nenhum Governo conseguiu transformar a vida das pessoas com deficiência em 19 municípios, garantindo mais de um milhão de atendimentos por ano e fazendo com que o atendimento de cada pessoa com deficiência fosse uma tradição de especialidades de multidisciplinaridade, de excelência no atendimento, na gestão e nos resultados”.

Dra. Linamara Battistella em Sorocaba para entrega da unidade da Rede Lucy Montoro

A ideia central da Rede Lucy é fazer com que as pessoas com deficiência possam, após a reabilitação, voltar à vida em sociedade de forma igualitária com as demais pessoas. “Cada uma das pessoas com deficiência que deixa os nossos centros de reabilitação é um cidadão preparado para devolver para a sociedade na forma de trabalho o que a sociedade investiu nele em forma de saúde”, Dra. Linamara pontuou.

A Rede de Reabilitação Lucy Montoro é especializada no atendimento a pessoas com deficiência física e mobilidade reduzida, além de fisioterapia, fisiatria e traumas. Para a unidade de Sorocaba foram investidos R$ 9,4 milhões em obras. A entrega foi feita durante inauguração do novo Hospital Regional de Sorocaba. Também participou de ambos eventos, em Sorocaba e em Botucatu, o secretário de Estado da Saúde, David Uip.

Governador Geraldo Alckmin enumera benefícios da Rede Lucy para a região de Sorocaba

Sobre a Rede Lucy, Dra. Linamara destacou que se “trata de uma rede preparada para atender a todas as questões que envolvem deficiência física e incapacitante, por meio de equipe multidisciplinar coordenada pelos médicos fisiatras, muitos deles formados em Sorocaba”. Ela continuou: “vai agregar ao fisioterapeuta, ao terapeuta ocupacional, ao professor de educação física, à enfermeira de reabilitação e à nutricionista, também, uma série de estratégias que extrapolam o movimento puramente da saúde, mas vai ao encontro do movimento da cidadania, preparando cada uma dessas pessoas e seus familiares para uma vida plena”.

A unidade de Sorocaba tem 2.185,55 mil m² de área construída e tem um diferencial: além de reabilitação física, também oferecerá reabilitação visual às pessoas com deficiência visual da região, por meio de corpo clinico especializado em Oftalmologia. Segundo a Secretária, “vamos tratar as cataratas congênitas e dar oportunidade para que as crianças cresçam em ambiente saudável para que cada criança com deficiência visual, e hoje o número cresce assustadoramente, tenha um atendimento multidisciplinar com garantia das mais modernas tecnologias”.

EM BOTUCATU

Na mesma data em que visitou Sorocaba, o governador Geraldo Alckmin seguiu para Botucatu para também entregar uma unidade de reabilitação da Rede Lucy Montoro. Serão beneficiados 30 municípios da região. Essa informação foi destacada pelo representante da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, assessor do Paradesporto e cidadão de Botucatu, o professor Antonio Carlos Pereira. O prédio da Rede Lucy Montoro, instalado no AME de Botucatu, irá oferecer reabilitação às pessoas com deficiência ou doenças potencialmente incapacitantes por equipe multidisciplinar, composta por médicos fisiatras, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais e outros profissionais especializados em reabilitação.

Prof. Antonio Carlos Pereira (esq) durante o descerramento da placa da Rede Lucy, em Botucatu

“Duas grandes notícias para a região. De um lado, o AME Mais aqui em Botucatu, o mais bem avaliado serviço de saúde do Estado de São Paulo e esse é o 59°. De outro, a Rede Lucy Montoro, que tem capacidade para atender 2 mil pacientes por mês, com serviço de excelência e grande importância”, declarou o governador”.

“A reabilitação é fundamental para que as pessoas com deficiência possam exercer os seus direitos e participarem plenamente da sociedade. A Rede Lucy Montoro trará o que há de melhor na área de reabilitação para a população da região”, afirmou a Secretária de Estado, Dra. Linamara.

Governador Geraldo Alckmin encerra o evento em Botucatu, acompanhado da Dra. Linamara Battistella

REDE LUCY MONTORO

Criada pelo Governo do Estado de São Paulo, pelo decreto nº 52.973/2008, a Rede de Reabilitação Lucy Montoro é gerida pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo. Tem como objetivo proporcionar o melhor e mais avançado tratamento de reabilitação para pacientes com deficiências físicas incapacitantes, motoras e sensório-motoras. A Rede realiza programas de reabilitação específicos, personalizados, de acordo com as características e necessidades de cada paciente.

Os atendimentos são realizados por equipes multidisciplinares, compostas por profissionais especializados em reabilitação, como médicos fisiatras, enfermeiras, fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, educadores físicos e fonoaudiólogos.

Atualmente, a Rede de Reabilitação Lucy Montoro conta com 17 unidades em funcionamento em todo o Estado de São Paulo e realiza mais de 100 mil atendimentos por mês. Estão em funcionamento as unidades Campinas, Clínicas, Fernandópolis, Lapa, Marília, Mogi Mirim, Morumbi, Pariquera-Açu, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Umarizal e Vila Mariana, entre outras. Em 2014, uma das unidades da Rede, na capital paulista, se tornou a primeira instituição brasileira a conquistar a acreditação da Commission on Accredition of Rehabilitation Facilities (CARF).

Desde 2009, a Rede conta também com a Unidade Móvel, um caminhão de 20 toneladas, 15m de comprimento x 2,60m de largura, 100% acessível, com elevador hidráulico para atender cadeirantes ou pessoas em maca, banheiro adaptado, consultório médico, sala de espera e oficina de órteses e próteses, composta por salas de prova, de máquinas e de gesso.

A Unidade móvel tem o objetivo de atender as demandas mais urgentes de fornecimento de órteses, próteses, cadeiras de rodas e meios auxiliares de locomoção. Em todo o Estado de São Paulo já atendeu a mais de 2.000 pacientes e forneceu mais de 4.000 equipamentos. Profissionais da área da saúde, médicos fisiatras, técnicos de órtese e prótese, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e enfermeiros, realizam atendimento multiprofissional.


Nenhum comentário: