domingo, 1 de julho de 2018

André Rocha bate recorde mundial no arremesso de peso no Grand Prix de Berlim

Leandro Martins/CPB/MPIX
Imagem

Por CPB

O paulista de Taubaté André Rocha, da classe F53, bateu o recorde mundial do arremesso de peso, com 8m83, na etapa de Berlim do Grand Prix de atletismo, competição organizada pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês), neste sábado, 30 de junho.

A Seleção Brasileira conta com 40 atletas em Berlim e só neste sábado foram conquistadas 33 medalhas, sendo 19 de ouro, oito de prata e seis de bronze. Destaque para a prova dos 100m masculino T47 que teve dobradinha brasileira com ouro para Petrucio Ferreira (10s71) e prata para Washigton Junior (10s94).

O Grand Prix é o evento de maior importância para a modalidade na temporada 2018 e termina neste domingo, 1º de julho. O evento está sendo transmitido no Facebook do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

André já havia batido o recorde desta mesma prova em duas oportunidades neste ano, no Open Loterias Caixa, em abril, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, com 8m73, e na 1ª etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de atletismo, no início do mês de junho, com 8m81, também no CT Paralímpico.

No Open, o esportista foi submetido a reclassificação funcional e passou da classe F52 para F53, para atletas com menor nível de deficiência. Durante a etapa de Paris do Grand Prix, a banca de classificadores o colocou como F54 e seus resultados foram invalidados. Em Berlim, André voltou para F53 e aguarda confirmação de sua classe após as disputas. Devida as mudanças, o ex-policial militar é o único atleta do arremesso de peso a deter dois recordes em classes diferentes, já que também é o atual dono da marca mundial da classe F52, com 11m52.

“Tenho feito boas marcas nos treinos e estava bem confiante. Consegui um bom arremesso e melhoramos a marca. Este é meu quarto ano seguido competindo na Alemanha. Gosto muito da organização, receptividade, nível do campeonato e sempre me sinto muito bem nessa competição. De modo geral, valeu muito esse período para adaptações. Avaliar os erros e acertos também, estar entre os atletas que possivelmente encontraremos nas grandes competições em 2019”, declarou o atleta de 41 anos.

Ainda como policial militar, durante uma perseguição em 2005, André caiu de um muro e sofreu uma lesão na coluna. Somente oito anos depois, em 2013, conheceu o programa de esporte da prefeitura e iniciou no atletismo.

Em 2015, garantiu sua primeira conquista na modalidade, a medalha de prata no arremesso de peso nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015. No Mundial da modalidade no ano passado, sagrou-se campeão no arremesso de peso, na classe F52.

Resultados dos Brasil no Brasil no Grand Prix de Berlim:

100m masculino

Petrucio Ferreira (T47) – ouro – 10s71
Washington Junior (T47) – prata – 10s94
Yohansson Nascimento (T46) – ouro – 11s29
Mateus Evangelista (T37) – ouro – 11s81
Edson Pinheiro (T37) – prata – 11s94
Fabricio Ferreira (T12) – ouro – 11s23
Diogo Ualisson (T12) – bronze – 11s53
Lucas Prado (T11) – prata – 11s13
Felipe Gomes (T11) – bronze – 11s35
Ricardo Costa (T11) – 6º lugar – 11s98
Vinicius Gonçalves (T64) – ouro- 12s64
Ariosvaldo Parré (T53) – ouro – 15s95
Fábio Bordignon (T35) – ouro – 12s86
Kesley Teodoro (T13) – bronze – 11s23

100m feminino
Tascitha Cruz (T36) – ouro – 15s29
Jerusa Geber (T11) – ouro - 12s99
Silvania Costa (T11) – prata - 13s05
Viviane Soares (T12) – ouro – 12s46
Rayane da Silva (T13) – bronze - 13s18

Arremesso de peso
Thiago Paulino (F57) – ouro – 14m11
Elizabeth Gomes (F52) – ouro – 7m11
André Rocha (F53) – ouro – WR – 8m83

800m masculino
Josoaldo Coelho (T11) – 5º lugar – 2min22s22
Francisco da Silva (T37) – 9º lugar – 2min19s56

Salto em distância
Thomaz de Moraes (47) – prata - 5m32
Silvania Costa (T11) - ouro - 5m17

Lançamento de disco
Elizabeth Gomes (F52) - ouro - 15m72

400m feminino
Raiane Soares (T13) - ouro - 59s74
Thalita Simplicio (T11) - prata - 58s83
Ketylla Teodoro (T12) - bronze - 59s86
Teresinha de Jesus (T46) - prata - 1min03s46 (prova open class)

400m masculino
Daniel Mendes (T11) - ouro - 51s47
Renato Caetano (T12) - bronze - 51s57
Thomaz Moraes - ouro - 49s89 (prova open class)
Ariosvaldo Parré (T52)- prata - 52s67
Daniel Martins (T20) - ouro - 48s41

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: