domingo, 5 de agosto de 2018

MPT em Campinas abre inscrições para vagas de estágio em cinco áreas; veja lista

Oportunidades são para áreas de administração, engenharia e segurança do trabalho, direito, jornalismo e relações públicas. Segundo órgão, 10% dos postos são para pessoas com deficiência.

Fachada do MPT, em Campinas. (Foto: Fernando Pacífico/G1)
Fachada do MPT, em Campinas. (Foto: Fernando Pacífico/G1)

Por G1 Campinas e Região

O Ministério Público do Trabalho (MPT), com sede em Campinas (SP), está com inscrições abertas para seleção de estagiários em cinco áreas.Os interessados,  devem se inscrever até 24 de agosto no site do órgão e, segundo a instituição, 10% das vagas são para pessoas com deficiência (PCD).

As oportunidades para áreas de administração e direito são destinadas às unidades de Araçatuba (SP), Araraquara (SP), Bauru (SP), Campinas (SP), Presidente Prudente (SP), Ribeirão Preto (SP), São José do Rio Preto (SP), São José dos Campos (SP) e Sorocaba (SP). Além destas carreiras, a unidade de Campinas tem vagas para engenharia e segurança do trabalho, jornalismo e relações públicas.

Podem se candidatar aos postos os estudantes que tenham completado, no mínimo, 40% da carga horária do curso superior. Além das vagas para PCD, 10% são destinadas aos candidatos que se cadastrarem no Sistema de Cotas para Minorias Étnico-Raciais, presente no edital.

A relação de candidatos inscritos, convocação e locais da prova serão publicados no site do MPT.

Mais detalhes
Quem for aprovado receberá bolsa-auxílio mensal de R$ 850, auxílio-transporte e terá direito ao seguro contra acidentes pessoais e recesso remunerado. A carga horária é de 20 horas semanais, com jornada diária de quatro horas de segunda a sexta-feira.

Durante o processo seletivo, os candidatos devem fazer uma prova escrita objetiva de caráter eliminatório. No caso das vagas para direito, jornalismo e relações públicas, os interessados também precisam fazer uma prova subjetiva de caráter classificatório. O objetivo das avaliações, segundo o órgão, é avaliar os conhecimentos específicos de cada área e de língua portuguesa.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: