sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Vestibular UFSC 2010 deve prever participação de pessoas com deficiência.

Lei prevê concessão de maior tempo para realização da prova, salas e banheiros especiais e acessíveis, uso de computador, intérprete de libras, equipamento específico ou programa de auxílio para a realização das provas.

O Ministério Público Federal em Santa Catarina encaminhou Recomendação à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e à Comissão Permanente do Vestibular (COPERVE) para que sejam adotadas as providências necessárias a fim de garantir o acesso de pessoas com deficiência no próximo vestibular, que se realizará nos dias 19, 20 e 21 de dezembro. A Recomendação fixou o prazo de 30 dias para a adoção das medidas cabíveis e para o encaminhamento de informações ao MPF.

Segundo a Procuradora Regional dos Direitos do Cidadão, Analúcia Hartmann, a lei prevê concessão de maior tempo para realização da prova, salas e banheiros especiais e acessíveis, uso de computador, intérprete de libras, equipamento específico ou programa de auxílio para a realização das provas. A lei também prevê o apoio de fiscais com conhecimento da área da prova que está sendo realizada, auxílio de profissional experiente em Comunicação Aumentativa e Alternativa e demais providências que se façam necessárias.

Segundo Analúcia, a Recomendação é necessária em virtude de já tramitar no MPF catarinense um Inquérito Civil que trata sobre a inexistência de previsão de auxílios para que pessoas com necessidades especiais prestem o concurso vestibular para ingresso na UFSC.


Portal da Ilha
18/11/2009
Matéria do dia 16/11/09

Nenhum comentário: