sábado, 5 de dezembro de 2009

Deficiente com paralisia cerebral cria software que faz síntese de voz

Um deficiente com paralisia cerebral criou um software que permite a síntese de voz de uma pessoa que tenha dificuldade em falar
Um deficiente com paralisia cerebral, doutorado em eletrônica e computação, criou um software especial que permite que um deficiente que tenha dificuldade em se comunicar possa se fazer entender.

Lançado, esta quinta-feira, no Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, o Easy Voice - Atendimento Sem Barreiras vai ficar instalado no serviço de passaportes do Governo Civil de Faro e permitirá a síntese da voz para este tipo de deficientes.

Este sistema criado por Paulo Condado, de 30 anos, e já elogiado em revistas científicas, permitirá também fazer chamadas telefónicas através do Skype.

Espera-se que haja vontade de expandir esse projecto pioneiro e alargá-lo a outros serviços em todo o país.

É uma infraestrutura extraordinária para que pessoas com este tipo de deficiência e com estes problemas tenham um maior facilidade de contato com os serviços públicos e espero que naturalmente esta ferramenta seja adotada.



TSF Notícias
03/12/2009

Nenhum comentário: