quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Prodide lança revista em evento de valorização da pessoa com deficiência.

Sandra Julião, Promotora de Justiça da Prodide, lançou a 6ª edição da "Reviva!" e afirmou que mudanças na sociedade no que diz respeito às pessoas com deficiência começaram a acontecer
A 6ª edição da revista Reviva!, da Promotoria de Justiça da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficiência (Prodide), foi lançada na abertura da 5ª Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência. O evento é realizado pelo Senado Federal, acontece entre os dias 15 e 18 deste mês, e tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para os problemas enfrentados pelas pessoas com deficiência e divulgar ações e tecnologias que podem otimizar a acessibilidade ao trabalho e facilitar o dia a dia dessas pessoas.

A Promotora de Justiça da Prodide Sandra Julião lançou a 6ª edição da Reviva! durante a abertura do evento. Na ocasião, afirmou que começam a ocorrer mudanças na sociedade no que diz respeito às pessoas com deficiência. "Há um processo social em curso, denominado inclusão. De um lado a sociedade começa a se organizar para acolher as pessoas com deficiência e, de outro, estas pessoas começam a reivindicar seus espaços e a exercer seu papel de cidadãs", disse a promotora.

Sandra explicou que a Prodide trabalha para, além de cobrar o devido respeito aos direitos dos idosos e das pessoas com deficiência, também mostrar a todos quais são esses direitos. "Acreditamos que informando as pessoas e promovendo eventos como este, onde há troca de experiências, é que estamos colaborando para ter uma sociedade mais justa com uma verdadeira integração social", afirmou. Ela declarou que, por acreditar que os direitos não podem ser algo incompreensível para as pessoas, é que a Promotoria investiu na revista Reviva!, com uma linguagem jurídica acessível para que todas as pessoas pudessem compreender seus direitos, sabendo quais são e onde reivindicá-los. O maior problema encontrado era a falta de informação: "as pessoas procuravam o MPDFT como um órgão geral de informação para que nós pudéssemos dar o devido encaminhamento. Havia uma inversão na ordem da procura dos direitos", relatou.

A promotora afirmou ainda que a revista é um grande laboratório, pois cada edição é elaborada de acordo com as demandas de todo o ano. "Ela é um retrato da realidade da promotoria, não é um instrumento de divulgação, pelo contrário, é mais um trabalho", revelou Sandra. A distribuição da revista começa em grandes eventos para que pessoas interessadas no assunto possam ser multiplicadoras e a levem às instituições, associações, entidades e demais setores que lidem com pessoas idosas ou com deficiência.

O Senador Flávio Arns também participou da abertura do evento e informou que há um projeto de lei na Câmara dos Deputados, já aprovado no Senado, para que a Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência se torne um projeto nacional. "Todas as pessoas com deficiência, independente do tipo, devem ser valorizadas", ressaltou o parlamentar.

Liane Colares, portadora de Síndrome de Down e autora de Liane - mulher como todas, prestigiou o evento e informou que o livro conta a história de sua vida e foi escrito com o objetivo de conscientizar os pais para que eles possam acreditar no potencial de seus filhos com a mesma limitação.

O evento é realizado anualmente pelo Senado Federal e neste ano celebra o bicentenário de nascimento de Louis Braille, criador do sistema de leitura para cegos. Participaram da abertura o cartunista Maurício de Sousa, com uma exposição com personagens da Turma da Mônica pintadas em alto relevo e com descrições em braille para os portadores de deficiência visual; o ator Eriberto Leão; a artista plástica Cristina Portella, cujos trabalhos ilustram a Reviva!; os Senadores Arthur Vírgilio e Romeu Tuma; e Ivy Goulart, diretor do filme Além da Luz, que será exibido durante o evento.



Clica Brasília
16/12/2009

Matéria Postada no BLOG da APNEN 16/12/2009

Nenhum comentário: