quinta-feira, 4 de março de 2010

Analgésicos podem provocar a perda de audição em homens

Os analsgésicos podem ser eficientes no combate a dores, mas um estudo sugere que o uso regular de drogas como aspirinas e paracetamol pode aumentar o risco dos homens perderem a audição.

Os analsgésicos podem ser eficientes no combate a dores, mas um estudo publicado na revista especializada American Journal of Medicine sugere que o uso regular de drogas como aspirinas e paracetamol pode aumentar o risco dos homens perderem a audição.

De acordo com o estudo, os homens abaixo dos 60 anos que tomam regularmente aspirinas – pelo menos duas vezes por semana - possuem 33% mais chances de ter problemas auditivos do que aqueles da mesma idade que não fazem uso do remédio. Já para aqueles em torno dos 60 anos, os riscos aumentam em 16%.

Para os usuários de paracetamol os riscos são ainda maiores. Os homens abaixo dos 50 anos que fazem uso regular do medicamento, possuem duas vezes mais riscos do que os que tomam paracetamol esperadicamente. Já entre aqueles na faixa dos 50 anos, os riscos sobem 38%. No entanto, os pesquisadores ressaltam que, com o avanço da idade, os riscos de perder total ou parcialmente a oudição devido ao uso de analgélsicos tendem a diminuir.

Para a pesquisa, os cientistas acompanharam 26.000 homens durante 18 anos. Os voluntários foram questionados ao longo do tempo sobre a frequência com que tomavam analgésicos e sobre a extensão das perdas auditivas. O estudo foi coordenado pela Universidade de Harvard, pela Universidade de Vanderbilt e pelo Hospital do Olho e do Ouvido de Massachusetts.



Veja
03/03/2010

Matéria postada no Blog da APNEN: 04/03/2010

Nenhum comentário: