quarta-feira, 26 de maio de 2010

Lei garante banheiros químicos para portador de deficiência

Foi publicada hoje em Campo Grande, a lei municipal que garante banheiros acessíveis para pessoas com deficiência em quaisquer eventos promovidos na cidade.

Da Redação

Foi sancionada e publicada na edição desta terça-feira (25) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) a Lei Municipal nº 4.845/10, que dispõe sobre a colocação de banheiros químicos adaptados às necessidades dos portadores de deficiência física nos eventos realizados no município.

A referida Lei de autoria da vereadora Professora Rose (PSDB) já entra em vigor a partir de hoje (25), garantindo aos portadores de deficiência física o acesso a banheiros adaptados em quaisquer eventos promovidos na Capital. A proposta tem como objetivo garantir a acessibilidade aos portadores de necessidades físicas, para que possam transitar em quaisquer lugares e usufruir do lazer sem enfrentar dificuldade alguma.

De acordo com a Lei, não será permitido o uso do banheiro químico reservado ao portador de necessidades especiais à pessoa não portadora de necessidades especiais, exceto acompanhante, quando estiver assistindo àquele. A Lei prevê ainda multa em caso de descumprimento, dobrada em caso de reincidência. A legislação dispõe ainda que o Poder Executivo terá o prazo de 60 dias para regulamentar a Lei em Campo Grande.

Para a Vereadora Professora Rose, esta Lei é de extrema importância, pois garante autonomia, acessibilidade aos portadores de necessidades especiais em locais de comum acesso. "O simples fato de frequentar um evento cultura e ter condições iguais, garante maior inclusão social", ressaltou a Vereadora.

A autora da proposta alerta também que "eventos que mobilizam grande público, por mais organizados que sejam, não oferecem atendimento essencial ao portador de necessidades especiais, principalmente quanto à estrutura sanitária, e não é difícil imaginar as dificuldades e constrangimentos enfrentados por estas pessoas ao frequentarem eventos em nossa cidade", ressaltou.


MS Notícias
Campo Grande, 25/05/2010


Matéria postada no blog da APNEN: 27/05/2010

Nenhum comentário: