sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Garoto com paralisia cerebral de 11 anos “fala” pela primeira vez com a ajuda de um programa de computador

Foram apenas três palavras geradas por um programa de computador, mas elas representaram o melhor presente de Natal que um pai e uma mãe podem ganhar. O inglês Jemil Demirel, 11, nasceu com uma paralisia cerebral que o incapacita de falar, porém, com a ajuda de um dispositivo de comunicação , ou seja, um programa e um aparelho especial, ele conseguiu dizer “eu te amo” para os pais. As informações são do jornal britânico Mirror.
O programa deixa Jemil “conversar” com a família e amigos. Funciona assim: ele digita na tela o que quer falar e então o computador gera uma voz sintetizada. Um recurso semelhante foi usado pelo famoso professor de física Stephen Hawking.
Jemil nasceu com uma paralisia cerebral tetraplégica e, por conta disso, necessita de uma cadeira de rodas motorizada. O aparelho de comunicação, que custa 5.580 libras, cerca de R$ 15.600, foi emprestado por sua antiga escola, porque a família não tinha condições financeiras de comprar um. Foi então que uma instituição de caridade, ao tomar conhecimento do caso, deu um de presente para Jemil.

Agora, o inglês pode conversar com a irmã, Leyla, 14, por exemplo, sobre coisas que os adolescentes gostam, como programa de TV favoritos. No aparelho também há uma espécie de programa de notícias escolares. Por meio dele, Jemil conta aos pais o que aprendeu na escola naquele dia. A família está radiante. “Daqui para frente, ele não vai mais precisar se preocupar se está se fazendo entender ou não”, disse a mãe, Sue, ao jornal.
Menino de 11 anos "fala" pela primeira vez com a ajuda de um programa de computador

Nenhum comentário: