quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Plano incluirá saúde, educação, acessibilidade e benefícios, diz ministra.

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, detalhou há pouco os principais pontos do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência Viver sem Limites. As ações do plano estarão divididas em quatro eixos: educação, saúde, assistência social e acessibilidade.

Plano Viver Sem LimitesNas áreas da educação e da acessibilidade, ela listou o direcionamento de recursos do Pronatec especificamente para cursos de aperfeiçoamento direcionados a pessoas com deficiência. Além disso, a ministra promete a criação de 300 mil vagas em escolas para crianças com deficiência e a ampliação na quantidade de transportes escolares adaptados. Ainda nessas áreas, ela afirmou que 45 mil salas de aula serão adaptadas para receber esse público.
No campo da saúde, o plano ampliará os testes do pezinho, as triagens neonatais, os atendimentos odontológicos, a distribuição de órteses e próteses e a quantidade de centros auditivos.
Quanto à assistência social, a prioridade é garantir o retorno automático do ex-beneficiário desempregado, que deixou de receber um benefício no período em que esteve empregado. Maria do Rosário disse ainda que o plano incluirá um benefício de prestação continuada especialmente para crianças deficientes
Maria do Rosário participa de audiência pública da Comissão de Seguridade Social e Família sobre o plano. A apresentação ocorre no Plenário 7.
Fonte: Jus Brasil - www.deficienteciente.com.br
São muitas promessas! Torcemos para que realmente saiam dos papéis e sejam aplicadas na prática! 

Um comentário:

Anônimo disse...

VERONICA (JOAO PESSOA-PB)

SOU DEFICIENTE FISICO, POLIO AOS 8 MESES DE IDADE, ESTOU COM 50 ANOS, SEQUELA MID, FAZ 2 ANOS QUE ESTOU DESEMPREGADA POR CONTA DO AGRAVAMENTO,
PERDI MEU ULTIMO EMPREGO PORQUE NAO ESTA ME SENTINDO BEM SAI PENSEI QUE REPOUSANDO; COMO OS MÉDICOS ME FALAVAM VOLTARIA MINHA VIDA NORMAL DE ANTES, AINDA NÃO CONSEGUI.
FAÇO TRATAMENTO NA FUNAD, PASSANDO POR UMA MUDANÇA DE VIDA, AGORA PRECISO DE MULETA PARA ME APOIAR E ALGUEM PARA ME ACOMPANHAR.
ESTOU SEM CONDIÇOES DE TRABALHAR PARA ME MANTER, ENTREI NA JUSTIÇA PORQUE A PERICIA NEGOU-ME ALGUM TIPO DE BENEFICIO POR 5 VEZES, TENHO 17 ANOS DE CONTRIBUIÇAO PREVIDENCIA, FIZ EM JULHO (2011) PERICIA JUSTIÇA FEDERAL-PB ESTOU ESPERANDO.
TENHO LIDO SOBRE ESSE PLANO DO GOVERNO FEDERAL, QUERO SABER COMO PROCEDER SE TENHO DIREITO O BPC, COMO EMERGENCIA, ENQUANDO RESOLVE A JUSTIÇA.
PRECISO QUALIDADE DE VIDA E RESPEITO.
MINHA FÉ EM DEUS, E NAS PESSOAS POR ELE ENVIADA, EM FAVOR DO BEM, PERMANECE.
PARABÉNS A TODOS QUE LUTA VISANDO O BEM DO PRÓXIMO.

GRATA,
VERONICA