quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Banda de deficientes conquista Prêmio Arte e Cultura Inclusiva 2011

A Banda Forró Bão Dimais é o único grupo musical formado só por cegos de Belo Horizonte/MG, foi contemplada com o prêmio ARTE E CULTURA INCLUSIVA 2011, edição Albertina Brasil, com o tema "NADA SOBRE NÓS SEM NÓS".

Divulgação

A iniciativa, Forró Bão Dimais, vem sendo desenvolvida a 10 anos, e foi uma das 20 selecionadas na categoria Expressão Artística, e com isso a banda receberá um prêmio de R,5 mil.

O objetivo do prêmio é reconhecer a participação de artistas com deficiência na produção, na difusão artística e cultural brasileira, assim como ações, projetos e produtos culturais, que possibilitaram acesso e acessibilidade a pessoas com deficiência.

Em Minas Gerais, no Brasil e no exterior, o Grupo Forró Bão Dimais, vem desenvolvendo um trabalho de divulgação da música nordestina, onde teve seu reconhecimento através desse prêmio.

O grupo Forró Bão Dimais, vem se apresentando a dez anos em eventos como Mostra Albertina Brasil de Arte sem Barreira, em Aracajú/Sergipe/João Pessoa/Paraíba; Muda Brasil - Zurique/Suíça; Semana da Acessibilidade em Belo Horizonte/Minas Gerais, 37º Festival de Inverno de Itabira-MG e outros. Por causa de toda essa bagagem, Jerônimo Rocha, músico e coordenador e Nazaré Gonçalves, produtora de projetos, fizeram um dos maiores projetos culturais já idealizados por um grupo de deficientes informais.

O EXPRESSO BÃO DIMAIS, apresentado na Lei Rouanet, onde teve sua aprovação em dezembro de 2010. Trata-se de 10 Feiras de amostras culturais, onde teremos apresentações musicais, exposições de arte, oficinas, palestras, teatro e outros. Estamos em busca de empresas que queiram fazer parceria conosco, derrubando as barreiras do preconceito e por em prática nossa capacidade.

A Banda Forró Bão Dimais, concorreu com outros 213 projetos de todo o Brasil, e foi classificada no item Expressão Artística com essa premiação, poderemos dar continuidade aos nossos trabalhos de inclusão da pessoa com deficiência através da arte e interação com a comunidade. Podemos dizer que com nosso trabalho, estamos fazendo uma inclusão de fora para dentro.

Prêmio
Prêmio Arte e Cultura Inclusiva 2011 Edição Albertina Brasil é promovido pelo Ministério da Cultura (Minc), por meio da Secretaria de Cidadania Cultural, e tem patrocínio a Petrobrás através da Lei Rouanet.

Em sua primeira edição, a personalidade homenageada foi a Albertina Brasil Santos, ativista com deficiência visual e pioneira na Administração Pública Federal, quando servidora da Fundação Nacional de Artes (FUNARTE), ao sensibilizar diferentes esferas de governo, assim como comunidades culturais, para a promoção do talento das distintas expressões de artistas com deficiência.

Fonte: Rede SACI - 14/02/2012

Nenhum comentário: