sábado, 2 de junho de 2012

Alunos da APAE participam do 2º Mundial de Atletismo e trazem medalha para NO

por Ricardo Gonçalves
De 15 a 21 de maio, os alunos da APAE (Associação de País e Amigos dos Excepcionais) de Nova Odessa, Jhone Jannes Pinheiro da Silva - de 22 anos -, Pérola de Souza Lourenço e Priscila da Silva Ladeia - ambas de 24 anos -, participaram pela segunda vez do Mundial de Atletismo para atletas com Síndrome de Down. Desta vez, o Mundial aconteceu na Ilha de Açores em Portugal.
Durante as competições, a atleta Priscila Ladeia conquistou o 3º lugar na categoria feminina da prova Bateria de 100 metros e trouxe medalha para Nova Odessa.

No Arremesso de Peso, Jhone ficou em 7º lugar na categoria masculino. Na categoria feminino, as atletas da delegação que também disputaram o arremesso de peso, Pérola ficou em 8º e Priscila na 11ª posição. “Gostei muito de participar. Esse ano o nível dos outros atletas estava muito bom”, disse a atleta Pérola.

Já na Marcha Atlética de 1.500 metros, na categoria masculino Jhone ficou em 4º lugar, no feminino, Priscila conquistou o 8º lugar, seguido pela atleta Pérola que ficou em 9ª posição.
Os três atletas também participaram das prova Marcha Atlética 800 metros, na qual Priscila ficou em 8º lugar na categoria feminino e Pérola em 9º. Já na categoria masculino, Jhone ficou também com a posição.

No triátlon Pérola ficou em 7º colocado e Priscila em 9º. Os atletas foram acompanhados pelos técnicos e professores de Educação Física da APAE, Roger Biffi Prado e Andiara Lima, e também puderam contar com Mari Lucia Ladeia, mãe de uma das atletas.

O técnico Roger Biffi parabenizou a equipe pela garra e determinação de ir em busca do sonho de competir. “Além disso, fomos muito bem recebidos, visitamos diversos locais da ilha de Açores, experimentamos comidas típicas, conhecemos a parte cultural, social e o esporte local, realmente foi uma experiência muito válida”, comentou Prado.

“Os atletas tiveram uma boa comunicação com os outros, e inclusive, um dos atletas que participaram do 1º Mundial de Atletismo no México, nos reconheceu e mesmo sem saber o idioma, conseguimos nos relacionar”, disse.

“O importante de participar desses jogos é incentivar a prática de esportes e atividades físicas, e, além disso, nós pudemos ver que as particularidades das pessoas que tem Síndrome de Down são iguais em todo o mundo”, explicou o professor de Educação Física.

A delegação de Nova Odessa que já havia participado do 1º Mundial de Atletismo para Atletas com Síndrome de Down que aconteceu no México em 2010, recebeu o convite este ano para participar da 2º edição em Portugal.

O próximo Mundial de Atletismo será em 2014 na África do Sul. “Apesar de ser um campeonato de atletismo para atletas com Síndrome de Down, e estar ainda na 2ª edição, a estrutura que foi oferecida para a realização das provas estava realmente muito boa. De fato, uma estrutura de mundial”, comentou Prado.

“O Mundial no México em 2010 trouxe um excelente aprendizado para todos nós, e a partir dessa primeira edição, nos preparamos e conseguimos trazer medalha neste 2 campeonato”, comentou a técnica e professora de Educação Física, Andiara Lima.

Para a Diretora da APAE Nova Odessa, Maria Tereza Casazza, “é muito gratificante estar af rente de professores e atletas tão valorosos e dedicados. Essa iniciativa de participar dessas competições de atletismo engrandece a entidade e a luta pelo sonho. Me sinto muito feliz por fazer parte de tudo isso”, concluiu.

Nenhum comentário: