quarta-feira, 20 de junho de 2012

Maior colecção de amostras de cérebros austistas destruída


Uma avaria no sistema de refrigeração de um hospital dos Estados Unidos danificou a maior colecção do mundo de amostras de cérebros autistas.
Segundo o The Boston Globe, um funcionário do Hospital McLean descobriu que o sistema de refrigeração estaria avariado desde o final de Maio e os alarmes não deram qualquer sinal. Lá dentro estavam 150 cérebros descongelados, cerca de um terço da colecção de amostras de tecido cerebral do autismo.
Para o Dr. Francine Benes, director do Centro de Pesquisa de Tecido Cerebral de Harvard, esta era «uma colecção com um valor inestimável».

Nenhum comentário: