quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Sem memória, 'homem invisível' luta há oito anos por moradia e emprego

Há oito anos o morador de rua americano Benjaman Kyle luta por um trabalho, para ter onde morar e, mais que isso, para descobrir quem ele é.
Do UOL, em São Paulo

                                                                Reprodução/Facebook
Há oito anos, um morador de rua americano é um 'homem invisível'. Sem memória, Benjaman Kyle, como é chamado, luta por um trabalho, para ter onde morar e, mais que isso, para descobrir a própria identidade. Em 2004, ele foi encontrado nu, inconsciente e com o corpo cheio de picadas de formigas. Estava atrás da lixeira de uma lanchonete em Richmond Hill, Geórgia (EUA). A história é contada pelo portal americano "The Huffington Post".

De acordo com a reportagem, sem ter uma identidade confirmada, Kyle não pode obter um número de seguridade social (equivalente à carteira de identidade brasileira), o que o impede de conseguir um emprego e até vaga em abrigo.

"The Huffington Post" relata que, depois de recorrer a vários meios durante todos esses anos, o morador de rua decidiu usar a internet como arma na luta para existir diante da lei.

Em 16 de novembro deste ano, Kyle enviou uma petição ao governo americano, solicitando um novo registro. Para que a administração do presidente Barack Obama analise seu pedido, ele precisa do apoio de pelo menos 25 mil pessoas até 25 de dezembro. Até às 6h desta quinta-feira (13), 10.210 pessoas tinham assinado o documento eletrônico no site da Casa Branca.

À reportagem do portal, Benjaman Kyle afirmou que "é muito bom contar com todas essas pessoas para me ajudar, mas, ao mesmo tempo, me sinto muito mal", acrescentando que não gosta de pedir ajuda, mas pede porque realmente precisa.

Segundo o cineasta John Wikstrom, que fez um documentário sobre a vida de Kyle, em um dia, cerca de 6.000 pessoas assinaram a petição virtual, informa o "The Huffington Post".

Na seção "We the people" (Nós, as pessoas, em tradução livre), do site da Casa Branca, o texto da petição revela que Benjaman sofre de amnésia retrógrada, doença que impede a pessoa de lembrar de qualquer coisa que tenha acontecido antes do trauma.


O documento informa ainda que todas as investigações feitas pela polícia, inclusive pela FBI (Departamento Federal de Investigação, em português), não conseguiram descobrir quem é o 'homem invisível".

Fonte:http://noticias.uol.com.br

Nenhum comentário: