quinta-feira, 7 de março de 2013

Preparação para a Copa terá projetos de acessibilidade

                                                            Imagem Internet

O diretor do Instituto Municipal de Turismo (CTur), Paulo Colnaghi, recebeu a secretária especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD), Mirella Prosdócimo, para mostrar os projetos na área de acessibilidade idealizados pela CTur em razão da realização de jogos da Copa do Mundo de 2014 em Curitiba e que irão contar com recursos do governo federal.

O planejamento engloba os principais pontos turísticos da capital que ainda necessitam de adaptações para melhorar as condições de acessibilidade, como os parques Tingui e Tanguá, Zoológico, Bosque do Papa e Bosque do Alemão. “Também estamos propondo melhorar a acessibilidade em todas as bases da Linha Turismo”, informou Colnaghi.
De acordo com a secretária, a visita foi boa para conhecer o que Curitiba está propondo para os moradores e turistas com problemas de mobilidade. Para Mirella, Curitiba se encontra em estágio um pouco mais avançado na área de acessibilidade se comparada com outras capitais brasileiras, entretanto ainda está longe do ideal. “A acessibilidade não se refere apenas a questões arquitetônicas. É preciso uma mudança na cultura, na atitude das pessoas”, disse.
Como exemplo, a secretária citou que, atualmente, os indivíduos e a estrutura das cidades não estão preparados sequer para se comunicar com pessoas cegas, surdas. “A prefeitura tem de se adequar tanto na parte de comunicação quanto na de arquitetura, para cumprir seu papel e ajudar a mudar a opinião daqueles que entendem as pessoas com alguma deficiência como coitadinhos. Queremos mostrar que essas pessoas são protagonistas de suas vidas e que são capazes de serem produtivas”, explicou.
A qualificação de profissionais atrelados ao trade turístico também foi discutido na reunião. “Vamos buscar novos recursos porque queremos viabilizar cursos e qualificar as pessoas da área do turismo de Curitiba para que possam atender com qualidade as pessoas com deficiência”, finalizou Colnaghi. 

Fonte: http://www.curitiba.pr.gov.br -Imagem Internet

Nenhum comentário: