sábado, 25 de maio de 2013

Assista ao musical infantojuvenil com trilha de Maria Gadú, primeiro no país com recursos de acessibilidade para todos

As apresentações acontecem no Teatro Itália

O musical “Um Amigo Diferente?”, com letras musicadas pela cantora Maria Gadú e primeiro espetáculo infantojuvenil no país a contar com todos os recursos de acessibilidade previstos por lei, permitindo o acesso de pessoas com e sem deficiência, tem duas únicas apresentações nos dias 24, às 16h, e 25, às 11h, no Teatro Itália. A entrada é Catraca Livre.

                                                                                                                                                                   divulgação
                         divulgação
Com letras musicadas pela cantora Maria Gadú, “Um Amigo Diferente?” é baseado no livro homônimo da escritora e jornalista Claudia Werneck

“Um Amigo Diferente?” é baseado no livro homônimo da escritora e jornalista Claudia Werneck, fundadora da ONG Escola de Gente – Comunicação em Inclusão. O musical conta a história de Lucas, um menino considerado esquisito pelos vizinhos e colegas de classe, em uma jornada de busca pela verdadeira amizade. No percurso dessa aventura, ele descobre que quanto mais diferentes são as pessoas, mais divertida é a vida – verdade que nem sempre os adultos revelam.
O espetáculo é encenado por atores do grupo “Os Inclusos e os Sisos – Teatro de Mobilização pela Diversidade”, projeto da Escola de Gente que desde 2003 trabalha com teatro inclusivo, encenando espetáculos de humor que abordam de forma leve e sutil o tema da inclusão.
As apresentação contam com intérpretes de Libras para surdos e legenda eletrônica para surdos que não entendem Libras, audiodescrição, visita guiada ao cenário e programas em braile para cegos, além da reserva de assentos para pessoas com dificuldade de locomoção e cadeirantes.
Essa turnê, com patrocínio da MRS Logística e apoio da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), integra a campanha “Teatro Acessível: Arte, Prazer e Direitos”, lançada em 2011 pela Escola de Gente e o Ministério da Cultura, com o objetivo de mobilizar governo e sociedade civil ao cumprimento das leis de acessibilidade em toda e qualquer iniciativa cultural.
                                     “Matéria postada em caráter informativo”

Nenhum comentário: