sexta-feira, 18 de julho de 2014

Brasil busca a inédita medalha no Mundial de Tiro Esportivo Paralímpico, em Suhl, Alemanha

                     tiromundial
Garletti está inscrito em cinco provas

Em contagem regressiva para a estreia no Mundial de Tiro Esportivo Paralímpico, competição que será disputada a partir desta sexta-feira, 18, até 26 de julho, na cidade de Suhl, Alemanha, a delegação brasileira está otimista para fazer história no certame internacional e garantir a primeira medalha do país.
Para realizar o objetivo traçado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), 11 atletas conseguiram índices para o Mundial. Quatro deles detêm marcas que os deixam próximos de subir ao pódio na Alemanha. O gaúcho Geraldo Von Rosenthal, que compete na terça-feira, 22, foi campeão na etapa da Copa do Mundo de Bangkok, na Tailândia, no ano passado, na Pistola Sport (alvo fica a 25 metros de distância). Esta foi a primeira medalha do Brasil em uma Copa do Mundo da modalidade.
O paulista Carlos Garletti é outro destaque. Inscrito em cinco provas individuais na carabina, ele carrega a experiência de ter participado de duas edições dos Jogos Paralímpicos (Pequim-2008 e Londres-2012). Os cariocas Débora Campos e Ricardo Costa conquistaram bons resultados recentemente e podem surpreender.
O coordenador técnico do Tiro Esportivo, Fernando Cardoso, observa uma evolução constante nas competições. Ele espera que os atletas deem sequência ao bom trabalho em Suhl. “Há uma concorrência saudável entre os atletas da Seleção Brasileira, onde todos querem se superar. Isso faz com que nossos atiradores melhorem a pontuação nas competições”, explica.
Cardoso ressalta que a qualidade dos atletas aumenta em razão dos encontros da Seleção nas semanas de treinamento. Neste ano, eles se reuniram quatro vezes no Rio de Janeiro, duas vezes em Curitiba e uma em Brasília. “Os atletas ficam uma semana imersos, com treinos de manhã, à tarde e à noite. Eles ainda fazem a parte física e vão para a fisioterapia. E os técnicos têm a oportunidade de passar os conteúdos, exigir e estipular metas a serem atingidas”, disse o dirigente.
A cerimônia de abertura da competição será nesta sexta-feira, 18, no Schießsportzentrum Suhl (SSZ). No dia 19, sábado, começam as primeiras disputas. Quatro brasileiros participarão da prova de Carabina de Ar: Benedito Silva, Carlos Garletti, Geremias Soares e Helcio Perilo.
DELEGAÇÃO BRASILEIRA NO MUNDIAL DE TIRO ESPORTIVO PARALÍMPICO
ALEXANDRE AUGUSTO GALGANI
Local de nascimento: Americana (SP)
BEATRIZ DIAS DA CUNHA
Local de nascimento: Barretos (SP)
BENEDITO SANTANA DA SILVA
Local de nascimento: Paranaíba (MS)
CARLOS HENRIQUE PROCOPIAK GARLETTI
Local de nascimento: São Caetano do Sul (SP)
DEBORA DA SILVA RODRIGUES CAMPOS
Local de nascimento: Itaboraí (RJ)
GERALDO VON ROSENTHAL
Local de nascimento: Campo Bom (RS)
GEREMIAS PEREIRA SOARES
Local de nascimento: Curitiba (PR)
HELCIO LUIZ JAIME GOMES PERILO
Local de nascimento: Palmeiras de Goiás (GO)
KAROLINE LUIZA DOS SANTOS PODLASINSKI
Local de nascimento: Porto Alegre (RS)
RICARDO AUGUSTO GOMES DA COSTA
Local de nascimento: Rio de Janeiro (RJ)
SERGIO ADRIANO VIDA
Local de nascimento: Curitiba (PR)
Assessoria de Imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro em Suhl
Rafael Moura (rafael.moura@cpb.org.br / 61 8161 9271 – disponível no WhatsApp)

Nenhum comentário: