domingo, 17 de agosto de 2014

Alunos surdos terão atendimento especializado na rede municipal de Educação

                                                                                                                                                    Fotos: Osnei Restio
                                       


Os alunos surdos da rede pública municipal de Educação de Nova Odessa contam agora com atendimento especializado. O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza assinou, nesta sexta-feira (15), o termo de parceria com o Instituto Phala - Centro de Desenvolvimento para Surdos, instituição sem fins lucrativos, especializada neste tipo de atendimento. A unidade é presidida por Célia Pereira da Silva Soares.

A Emefei (Escola Municipal de Educação Fundamental e Ensino Infantil) Vereador Osvaldo Luiz da Silva receberá todos os alunos surdos do município. Atualmente, quatro são assistidos, porém, de acordo com a secretária de Educação, Claudicir Brazilino Picolo, com a assinatura do convênio, a educação especializada poderá ser estendida a todos os estudantes com essa deficiência no município, com idades entre quatro e 12 anos. 

Cada classe que contar com um aluno surdo terá um intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais). Além disso, a escola contará com um equipe especializada composta por um professor bilíngue, responsável pelo planejamento das aulas, um instrutor surdo, que ensinará Libras para os surdos e para os demais alunos, e um coordenador pedagógico, que coordena todas as atividades. 

“Não vamos colocar todos os alunos surdos na mesma sala porque respeitamos a individualidade do desenvolvimento cognitivo e linguístico dos estudantes”, explicou o coordenador do instituto, Anderson Zanella.

“Estamos trabalhando para melhorar o serviço prestado ao filho do nosso trabalhador. A educação especializada proporciona, além do desenvolvimento pedagógico, a inserção social da criança”, disse Bill. 

A secretária de Educação, Claudicir Brazilino Picolo, afirmou que este serviço é uma inovação na cidade. “A educação especial não existia em Nova Odessa. Aos poucos, estamos implantando esse atendimento essencial. Os surdos terão agora o atendimento de acordo com todas as normas do Ministério da Educação. As crianças com outras deficiências, em breve, também terão o atendimento aperfeiçoado. Esse é um trabalho sério, realizado com muita dedicação pelos nossos profissionais”, afirmou. 

Claudicir explicou que, de acordo com dados do último Censo de Deficientes realizado no Município, em 2009, são estimados 15 surdos que poderiam ser assistidos pelo instituto. 

O presidente da Apadano (Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Nova Odessa), Daniel Carlos Tavares, acompanhou a assinatura do convênio. “Fico muito feliz com esse avanço do município. Tenho certeza de que agora muitos pais procurarão a rede pública para matricular os filhos”, afirmou.

O vereador Sebastião Gomes dos Santos, o Tiãozinho do Klavin, também participou do ato de assinatura. “Essa é uma batalha antiga que se torna realidade no governo do prefeito Bill”, afirmou.

O INSTITUTO – O Instituto Phala tem sede em Itatiba e atende outros oito municípios, entre eles Jundiaí e Itatiba e também mantém convênio com a Secretaria Estadual de Educação.

“Sou mãe de uma jovem surda e o instituto nasceu depois que descobri a surdez dela. Hoje ela tem 23 anos e o instituto se firmou como referência graças ao trabalho de nossos profissionais”, destacou a presidente da instituição, Célia Pereira da Silva Soares.

por: Solange Strozzi

Nenhum comentário: