terça-feira, 10 de março de 2015

5 histórias de superação incríveis.

Por Vera Garcia*
Qualquer tipo de deficiência física, seja ela por nascença, por acidente ou mesmo por doença, tem sua singularidade e especificidade. De uma maneira ou de outra a deficiência física acaba limitando o nosso corpo. No entanto precisamos acreditar em nossa capacidade, habilidade e competência. Precisamos dar asas a imaginação e a criatividade, assim como fizeram essas pessoas com deficiência logo abaixo. Elas venceram seus medos e não se renderam a autopiedade.
1- Carolina Tanaka Meneghel
Carolina Tanaka MeneghelCarolina Tanaka Meneghel, de 29 anos, vive com a família em Piracicaba. A jovem se formou em educação física e sonha em começar a dar aulas.
No dia a dia, a deficiência não é empecilho para a realização das tarefas. Com destreza e uma habilidade incomum nos pés, Carolina consegue lavar louças, passar rímel nos cílios, destrancar portas, se alimentar, cuidar da higiene pessoal e ainda dirigir um carro adaptado. Mais recentemente, ela também aderiu à moda das “selfies”.
2- Ariel Goldenberg
Ariel Goldenberg
Protagonista do filme “Colegas”, do diretor Marcelo Galvão, o ator Ariel Goldenberg, 32, casado, se define como um “guerreiro”. Guerreiro down, diga-se. Down de síndrome de Down mesmo. Ariel é casado com Rita Pokk, 32, atriz com quem contracena em “Colegas”.O sonho dele é se firmar na carreira de ator (pensa em atuar em uma novela) e estudar para se tornar diretor também.
Tadeu Marques da Fonseca
Tadeu Marques da Fonseca
Ricardo Tadeu Marques da Fonseca, de 54 anos, é o único integrante do Ministério Público brasileiro com deficiência visual e, desde julho de 2009, é também o primeiro desembargador nessa condição. Ele foi vítima de paralisia cerebral ao nascer, o que provocou a perda parcial da visão. Aos 23 ele perdeu totalmente a visão, enquanto ainda era estudante universitário. A partir daí, os colegas da faculdade passaram a gravar as aulas em fitas para que ele pudesse realizar as provas oralmente. Assim, ele se formou e realizou suas atividades profissionais.
“Na vida há momentos difíceis, mas não podemos desistir”, afirma ele.
Fernando Fernandes
Fernando Fernandes
Participante do “BBB 2”, ele ficou impossibilitado de andar após sofrer um grave acidente de carro em 2009.  Em 2011, durante uma entrevista a Marília Gabriela, ele contou que a cadeira de rodas não o impedia de ter uma vida sexual ativa.  Atualmente ele é tetracampeão em paracanoagem e namora a atleta olímpica e campeã mundial de canoagem, Viktoria Schwarz.
“Nunca desista daquilo que você mais deseja, tenha atitude, porque essa pequena palavra pode mudar a sua vida”, frase dita por Fernando Fernandes.
Camille Rodrigues
Camille Rodrigues
“Se não há adaptação, a gente se adapta”. Com esse pensamento Camille Rodrigues, 21, nadadora fluminense encara os desafios que da vida. Quando nasceu, a nadadora teve a perna direita amputada por má formação congênita e, aos quatro anos, os médicos recomendaram a natação para que a bacia não fosse atrofiada, evitando prejuízos ao desenvolvimento da menina. “O esporte paraolímpico só veio em 2007, quando comecei a competir profissionalmente”, afirma ela.
Camille não abre mão da vaidade e dos cuidados com cabelo e pele, mesmo passando muito tempo debaixo d’ água.  E também adora saltos!
*Vera Garcia: Blogueira, pedagoga, criadora e administradora dos blogs Namoro Poderoso e Deficiente Ciente. Sofreu um acidente aos onze anos de idade o que a tornou amputada do membro superior direito.)

Nenhum comentário: