terça-feira, 14 de julho de 2015

Banco do Brasil já financiou R$ 200 milhões em equipamentos para pessoas com deficiência.

A lista de itens financiáveis inclui bens como cadeira de rodas, elevadores, aparelhos auditivos, adaptação de veículos, órteses e próteses, por exemplo.

Foto de símbolos da acessibilidade em fundo amarelo
O Banco do Brasil (BB)Site externo. já desembolsou R$ 200 milhões para financiar itens de tecnologia assistiva, que são recursos e serviços que contribuem para proporcionar ou ampliar habilidades funcionais de pessoas com deficiência. Os valores contratados cresceram 20%, no primeiro semestre de 2015, ante o mesmo período do ano anterior. Desde o lançamento da linha de financiamento, em 2012, foram contratadas mais de 33 mil operações.

A lista de itens financiáveis inclui bens como cadeira de rodas, elevador para domicílios, aparelhos auditivos, serviços de adaptação de veículos, órteses e próteses, por exemplo. Também é possível financiar projetos arquitetônicos, reforma e material de construção, para adequação de acessibilidade em imóveis residenciais.
O financiamento tem isenção de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e taxa de juros de 0,41% ao mês para quem recebe até cinco salários mínimos e de 0,45% mensais para quem recebe mais de cinco e até dez salários mínimos. O empréstimo pode ser de até 100% do valor do bem ou serviço, com limite máximo de R$ 30 mil e prestações debitadas diretamente na conta corrente. O prazo de pagamento é de até 60 meses. A primeira prestação pode ser paga em até 59 dias.
A linha de financiamento de itens de tecnologia assistiva integra o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limite, do governo federal.

Nenhum comentário: