segunda-feira, 13 de julho de 2015

Oito brasileiros estreiam nesta segunda-feira, 13, no Mundial Paralímpico de Natação, em Glasgow, Escócia.

Daniel Dias é um dos atletas que nadará no primeiro dia
Daniel Dias é um dos atletas que nadará no primeiro dia.

Oito nadadores brasileiros estreiam nesta segunda-feira, 13, no Mundial Paralímpico de Natação, em Glasgow, Escócia. Este é o primeiro dia de provas e a competição se estende até o dia 19. O campeonato é o mais importante do ano na modalidade e ainda será classificatório para os Jogos Paralímpicos do Rio-2016. O Mundial será transmitido ao vivo e diariamente no site do Comitê Paralímpico Brasileiro (www.cpb.org.br).
O primeiro dos sete dias de disputas já terá dois astros da natação paralímpica em ação: Daniel Dias, classe S5, e Andre Brasil, classe S10. Daniel, o maior medalhista brasileiro em Jogos Paralímpicos, com 15 medalhas, 10 delas de ouro, cai na piscina para disputar os 50m costas, classe S5. Momentos depois, Andre coloca seu favoritismo em jogo nos 50m livre, classe S10. Nesta prova, aliás, o Brasil tem grandes chances de sair com duas medalhas, tendo em vista que Andre terá a companhia do pernambucano Phelipe Rodrigues, atleta talentoso que já tem medalhas em Jogos Paralímpicos e Mundiais.
A estreia brasileira na piscina do Tollcross International Swimming Centre, no entanto, será com Ítalo Pereira, da classe S7, em sua segunda participação em Mundiais. No período da manhã – reservado para as provas eliminatórias -, Ítalo vai buscar uma vaga na final da classe nos 100m livre.
O dia também terá a presença de uma grande promessa para os Jogos Paralímpicos do Rio-2016, o catarinense Talisson Glock. Com apenas 20 anos, Talisson já tem em seu currículo duas medalhas de prata conquistadas no Mundial de Montreal, em 2013. O nadador da classe S6 pula na piscina para a disputa da prova dos 400m livre.
Além deles, também começam as disputas por por medalha Matheus Rheine, classe S11, nos 100m livre, prova em que conquistou a medalha de bronze em Montreal-2013; Regiane Nunes, classe S11, nos 100m livre; e Carlos Farrenberg, classe S13, nos 50m livre.
O Brasil ainda terá representação no revezamento 4x50m livre misto 20 pontos. O time verde e amarelo ainda será definido pela comissao técnica.
O Mundial Paralímpico de Natação conta com a participação de 571 atletas de 67 países. A delegação brasileira é formada por 23 nadadores. Na última edição da competição, em Montreal, em 2013, o Brasil ficou em sexto no quadro geral de medalhas, com 26 no total, sendo 11 de ouro, nove de prata e seis de bronze.

Nenhum comentário: