sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Mulher precisa amputar perna após ser infectada por bactéria que "devora" carne humana

Ela foi infectada por causa de uma picada de mosquito que continha a bactéria

Do R7

                                                Foto: Reprodução/DailyMail
                                    

Uma mulher precisou ter a perna amputada até a cintura por causa de uma bactéria mortal que entrou em seu organismo, após a picada de um mosquito. Os médicos de Jodie Francis, de 44 anos, não tiveram opção e retiraram a perna da mulher para salvara vida dela.

A americana começou a sentir dores na perna como se tivesse estirado o músculo, mas poucos dias depois ela mal conseguia andar. No dia seguinte, Jodie teve febre altíssima e agonizava de dor, e decidiu procurar ajuda médica.

Ela foi atacada por uma bactéria e a inflamação estava se espalhando por todo o corpo. Por causa da infecção, a pressão sanguínea de Jodie caiu muito, e ela chegou a correr risco de morte.
No centro cirúrgico, os médicos perceberam que ela sofria de uma infecção por causa de um inseto que come carne humana. Para salvar a vida da mulher, já que os órgãos estavam começando a para de funcionar, os médicos precisaram amputar a perna dela até a cintura, para evitar qualquer permanência da bactéria. 


Meu rim e meu fígado estavam parando e minha pressão sanguínea não parava de cair. Os médicos me entubaram e não sabiam o que estava acontecendo, até que viram uma mancha escura na minha pele e descobriram a bactéria

Os médicos esperaram Jodie se recuperar para contar que ela havia perdido uma perna. 

Eu ainda estava um pouco zonza por causa da cirurgia e, quando o médico veio falar comigo, vi o reflexo nos óculos dele e não vi minha perna. Fiquei desesperada. Mas eles me explicaram a situação e eu entendi o que aconteceu

A perda da perna não desanimou Jodie, que quer continuar fazendo todas as atividades que gosta e sente prazer. 

Eu não vou de deixar de fazer as minhas coisas por causa disso. Descobri uma força interna que eu nunca suspeitei que tivesse.


Ela ainda joga golf, quer aprender a andar de cavalo e ainda tem o sonho de tirar a carteira de habilitação para aprender a dirigir.

Nenhum comentário: