domingo, 17 de abril de 2016

MEIA ENTRADA PARA TODAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA , JÁ!

POR: CAROL CONSTANTINO

                                   


Aproveitando que todo mundo está meio indignado, defendendo os direitos das pessoas com deficiência, quero falar sobre um direito nosso que foi diminuído e que está passando despercebido por muitos. Quero falar sobre a Meia Entrada! 


A lei da Meia Entrada foi elaborada através de consultas feitas com os produtores culturais e passou a valer desde  o dia 1 de Dezembro. Essa lei garante o direito de meia entrada para os estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência.

Porém, não são todas as pessoas com deficiência que possuem este direito, e sim, somente aquelas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC/LOAS) e aposentados por invalides. Ou seja, eu -Carol Constantino- e muitas outras pessoas com deficiência, fomos excluídos e perdemos este direito. 

Faz um mês que comprei o Estatuto da Pessoa Com Deficiência e nele está escrito claramente no capitulo II artigo 4, os seguinte trechos: "...Toda pessoa com deficiência tem direito a igualdade de oportunidade com as demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação...", "...Considera-se discriminação em razão da deficiência toda forma de distinção, restrição ou exclusão, por ação ou omissão, que tenha o propósito ou efeito de prejudicar, impedir ou anular o reconhecimento ou exercício dos direitos e das liberdades fundamentais de pessoa com deficiência...".

Agora, eu te pergunto: Isso que essa lei está fazendo, não é descriminação? Não é exclusão?

Você até pode pensar que isso é uma bobagem e que existem assuntos mais sérios para apoiar. Mas, esses eventos culturais são muito importante, sim! Pois, são um dos meios "mais acessíveis" que todos utilizam para se socializar e socialização é fundamental! 

Confesso que passei muito tempo tentando entender o motivo por eles terem feito isso e não consegui chegar a nenhuma conclusão. Por isso, peço que compartilhe esse texto e imagem fazendo chegar até as autoridades para que alguém nos dê algum esclarecimento sobre estas exigências e que algo seja feito para mudar isso. Chega de aceitar tudo de "cabeça baixa" somos cidadãos e queremos uma sociedade justa para todos!


Nenhum comentário: