sábado, 23 de abril de 2016

Open Internacional de Natação Paralímpica tem abertura com dez medalhas para brasileiros

 Foto: Daniel Zappe/CPB/MPIX
  22/04/2016 - Rio de Janeiro, 2016 Caixa Loterias Swimming Open Championship -  Estádio Olímpico Rio 2016 - Susana Schnarndorf. ©Daniel Zappe/MPIX/CPB

O primeiro dia de provas do Open Internacional Caixa Loterias de Natação foi recheado de medalhas para os brasileiros. Ao todo foram dez medalhas para atletas do país, sendo duas de ouro, quatro de prata e quatro de bronze. A competição está sendo realizada no Estádio Aquático do Parque Olímpico do Rio de Janeiro, conta com 212 atletas de 19 países e serve como evento-teste para os Jogos Paralímpicos Rio-2016.

A abertura do Open também reservou boa notícia para a nadadora Susana Schnarndorf, da classe S5. Susana passou pela reclassificação funcional nesta quinta-feira, 21, depois de um longo tempo de espera. A nadadora foi campeã mundial em 2013, em Montreal, na classe S6, e, com o avanço de sua doença, a MSA (Atrofia Múltipla de Sistemas), o desempenho dela passou a ficar muito abaixo das atletas da classe.

Com a revisão da classificação, Susana conquistou nesta sexta a medalha de bronze nos 100m livre S5 e sentiu-se animada com as disputas na nova classe. 

“Estava esperando a reclassificação há dois anos e voltei a ser competitiva, e para mim é muito importante isso. Estava nadando com uma classe que não era a minha, e agora é só treinar forte para brigar pelos resultados”, disse.

O nadador de baixa visão Thomaz Matera, classe S12, foi outro que teve uma boa estreia no campeonato. O atleta retornou ao esporte recentemente depois de sete anos de ausência e durante a manhã ficou com o ouro nos 200m medley. “Não esperava esse ouro. A gente sabe que em uma competição internacional tem muita gente boa participando. Então fico muito feliz com esse resultado e espero continuar tendo essas surpresas. Voltei para o esporte nesse ano e quero muito representar a Seleção Brasileira e esse resultado é o que eu tenho que apresentar”, contou Thomaz.

Duas das principais estrelas brasileiras da natação paralímpica nadaram provas preliminares nesta primeira manhã de disputas. Com objetivos para o campeonato europeu, em maio, em Portugal, Daniel Dias e Andre Brasil fizeram provas mais leves.

O multicampeão da classe S5, Daniel, se classificou para a final dos 50m borboleta com o tempo de 37s39. Nesta prova, aliás, o brasileiro enfrentará seu principal rival na classe, o americano Roy Perkins. “Me senti bem nessa sessão da manhã, mas vou acertar alguns detalhes porque quero nadar melhor à noite. A piscina é rápida, então só eu mesmo que preciso me ajustar para fazer melhor na final. Espero nadar bem e a medalha será uma consequência do esforço”, analisou Daniel.

Para o multimedalhista Andre Brasil, as provas do Open começaram de acordo com o que esperava. O atleta está projetando conquistas futuras e se mostrou animado depois das eliminatórias dos 100m livre S10 e dos 100m borboleta S10. “Nadei o Maria Lenk nessa semana e ainda estou me preparando para um resultado maior mais para frente. Estamos trabalhando bastante e queremos ver o resultado que vai sair agora à noite”, observou Andre Brasil.

Resultados
Outros nomes importantes da modalidade passaram pela piscina do Estádio Aquático do Parque Olímpico. Confira outras medalhas conquistadas por brasileiros:

– Andre Luis Meneghetti foi ouro nos 100m borboleta S11
– Joana Neves levou a prata nos 100m livre S5
– Ítalo Gomes ficou com a prata nos 100m livre S7
– Talisson Glock foi prata nos 200m medley SM6
– Beatriz ficou com a prata nos 200m medley SM14
– Débora foi bronze 200m medley SM14
– Roberto Alcalde ficou com a prata nos 200m medley SM6
– Perdigão foi bronze nos 200m medley SM13

Público
Serão distribuídos 600 ingressos por sessão na entrada principal do Parque Olímpico da Barra, na Avenida Abelardo Bueno. O quiosque para retirada abrirá uma hora antes de as provas começarem. Não haverá estacionamento no local e não será permitida a entrada de táxi ou outros veículos não credenciados no parque.

Programação da competição:
22/4 – Sessão 2 – Das 18h30 às 21h30
23/4- Sessão 1 – Das 9h30 às 14h40
Sessão 2 – Das 19h – 21h20
24/4 – Sessão 1 – Das 10h30 às 12h50

Siconv
A participação das Seleções Brasileiras de jovens e principal de paranatação no Open Internacional Caixa Loterias é custeada por um convênio entre o Ministério do Esporte e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).
Patrocínio

As equipes de natação têm patrocínio da Caixa Loterias.

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: