terça-feira, 31 de maio de 2016

Ensino de idiomas à distância para alunos com deficiência

Agora, alunos com deficiência também podem beneficiar-se do estudo de idiomas à distância através do sistema EAD (Educação a Distância)



Estudar inglês nos dias de hoje é mais do que necessário e quem tem domínio da língua inglesa amplia os horizontes de sua vida. Seja para fins profissionais ou para fazer um viagem ao exterior, saber inglês ou espanhol torna tudo mais fácil e ajuda estudantes na adaptação à cultura do país de destino. No Brasil, as escolas de idiomas sofrem com a falta de incentivo do governo e com a baixa infraestrutura das escolas, com a exceção de algumas, cujos preços não são tão atraentes e não é todo mundo que pode gozar de ambientes mais apropriados e um ensino de qualidade do idioma em questão.

Além de todas as problemáticas existentes, alunos que têm deficiência e que, portanto, precisam de algum auxílio ou ensino especializado, acabam ficando de fora das instituições. Além dos alunos que apresentam algum grau de deficiência visual ou auditiva, temos também alunos com deficiência física que não podem dirigir-se até as escolas para ter aulas presenciais. A infraestrutura da escola, muitas vezes, também não ajuda quem é cadeirante, por exemplo, com a falta de elevador, grandes escadarias e áreas com elevações que não permitem uma mobilidade agradável para deslizar.

Ensino de idiomas à distância

Se você está cansado de procurar por professores de inglês particular em SP, agora é possível beneficiar-se com as plataformas online. Graças aos avanços da tecnologia, o ensino está ficando cada vez mais democrático e, quem antes não tinha acesso ao estudo de idiomas, agora pode fazê-lo sem sair de casa, utilizando apenas o computador, um headphone e uma câmera. O modelo de ensino à distância (EAD) vem revolucionando o conceito de aprendizado e, além de todos os cursos de Bacharel, Licenciatura e Técnico, disponibilizados por várias universidades espalhadas pelo Brasil, o ensino de línguas estrangeiras começou a ser propagado recentemente. Empresas como a Preply, por exemplo, já investiram no novo modelo de ensino e tem estudantes e professores vindos do mundo inteiro.

Nesse novo modelo de ensino, estudantes com deficiência física, visual ou auditiva têm a oportunidade de desenvolver-se através de aulas de inglês – e de uma grande variedade de outros idiomas – online e disponíveis a qualquer momento do dia. Na Preply  os professores são altamente capacitados para ensinar o idioma, sendo eles brasileiros, estrangeiros ou mesmo nativos. Ou seja, o aluno tem a oportunidade de aprender diretamente com quem vivencia o idioma e sem pressa, uma vez que os horários são agendados respeitando a disponibilidade do aluno e não o contrário.

Com essa facilidade, mesmo que o aluno precise de algum auxílio, a família pode estar por perto enquanto o estudante aprende outro idioma, com a garantia de que ele está sendo devidamente tratado e assistido durante suas atividades na língua.


Nenhum comentário: