terça-feira, 7 de junho de 2016

Menina é abandonada por pais adotivos após nascer com doença rara: "Não era o bebê que esperava"

Mãe adotiva fugiu do hospital e mãe de sangue assumiu a filha:"Ela é só minha agora"

Do R7

   Ao ver a menina,  a mãe adotiva de Abigail abandonou a menina e fugiu do hospital. Segundo ela, a pequena 'não era o bebê que esperava' 

A pequena Abigail Lyn, de cinco meses, seria adotada, mas seu destino foi mudado após o nascimento. Os pais adotivos abriram mão da menina porque ela nasceu com uma síndrome rara. A mãe de sangue, Christina Fisher, assumiu a filha e ambas moram na Flórida, nos Estados Unidos.

A menina, que nasceu no dia 11 de janeiro deste ano, e é portadora de uma condição muito rara, conhecida como síndrome de Treacher Collins.

A condição genética fez com que ela não desenvolvesse completamente algumas estruturas de seu rosto, como ossos e tecidos.

Ao ver a menina, a mãe adotiva de Abigail abandonou a menina e fugiu do hospital. Segundo ela, a pequena "não era o bebê que esperava".

A menina ficou então sob os cuidados de sua mãe biológica — que agora diz que não poderia imaginar a vida sem sua filha.

Passei a maior parte do ano passado grávida e eu estava pensando em dar Abigail para a adoção.

Christina pensava em deixar sua filha para outro casal por já ter criado uma menina — Debra, de 18 anos. Ela diz que se sentia em uma posição desconfortável para criar outra filha.

O pai do bebê estava longe, e a mãe de 36 anos morava em um trailer no final da sua gravidez.

Quando Abigail nasceu, a mãe adotiva dela deixou o hospital chorando, falando sobre o quão deformada ela era. E eu nunca mais ouvi falar dela. Foi quando eu percebi que (a menina) se destina a ser só minha agora.

Eu não estava totalmente preparada para ela. Mas hoje já não consigo ver minha vida sem uma de minhas filhas.

(Com informações do Daily Mail)

Nenhum comentário: