domingo, 10 de julho de 2016

Novo sistema da EMTU facilita comunicação com deficientes auditivos

Atendente aciona uma moderna plataforma que permite a tradução simultânea em linguagem de sinais

                    Imagem Internet/Ilustrativa
                         

Empenhada em seu papel de inclusão social de passageiros com deficiência, a EMTU/SP passa a utilizar um novo sistema de comunicação que vai ajudar o relacionamento com usuários surdos. O novo equipamento, instalado na Central de Atendimento aos Passageiros Especiais (CAPEs São Paulo), é destinado ao atendimento das pessoas que se utilizam da linguagem de sinais (Libras).

Quando o atendente precisar se comunicar com uma pessoa com deficiência auditiva, ele aciona o ICOM, uma moderna plataforma que permite a tradução simultânea em linguagem de sinais e, dessa forma, presta o atendimento de forma rápida e eficiente.

O ICOM foi desenvolvido pela Associação Amigos Metroviários dos Excepcionais (AME), entidade sem fins lucrativos que há 25 anos trabalha pela inclusão de pessoas com deficiência. Trata-se de uma central de tradução simultânea em libras baseada em um sistema de intermediação por vídeo. Quando acionado, o serviço triangula a comunicação entre intérprete, surdo e ouvinte em uma videoconferência.

"O objetivo é oferecer às empresas uma solução acessível e prática para o atendimento de cidadãos surdos na sua língua natural, como preconiza a legislação brasileira", disse o presidente da AME, José de Araújo Neto.

Nenhum comentário: