quinta-feira, 21 de julho de 2016

Seleção Brasileira de bocha utiliza Centro de Treinamento Paralímpico pela primeira vez

IMG_6079-2-2-1024x768

A Seleção Brasileira de bocha estreou a parte destinada para a modalidade no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo (SP). Os convocados chegaram na capital paulista no sábado, 16, e começaram os treinamentos no dia seguinte. O centro fica localizado no Jabaquara, Zona Sul de São Paulo e tem mais de 95 mil metros de área construídos para a prática de 15 modalidades paralímpicas.

Bicampeão paralímpico na bocha, Dirceu Pinto, é só elogios ao Centro de Treinamento. “O centro está perfeito, não temos nada do que reclamar. Nós nunca tivemos um local específico da bocha para treinar e agora temos aqui o Centro de Treinamento Paralímpico com quatro quadras de bocha preparadas para a gente chegar e desenvolver o nosso melhor”, afirmou o atleta.

Quem também elogiou as estruturas do CT foi a coordenadora da bocha, Márcia Campeão, que frisou as opções que o centro oferece além das quadras. “Nós estamos tendo o privilégio de estreia as instalações da bocha. O CT está de um padrão, de um nível que não deixa a desejar nada do que a gente já viveu lá fora. E não é um local só para treinar a bocha, tem estrutura para fazermos treinamento funcional, recuperação de atletas com hidroterapia. Está sendo oferecido um local que garante muito a tranquilidade e a qualidade de treino dos nossos atletas”, ressaltou a dirigente.

Além dos espaço dedicado a bocha e ao futebol de 7 PC, o CT conta com piscina, quadra de basquete para cadeira de rodas, vôlei, judô, quadra de tênis, pista de atletismo e capacidade para receber quase 300 atletas simultaneamente.
Com informações da Associação Nacional de Desporto para Deficientes (Ande)

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: