quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Dia Mundial do Turismo foca em acessibilidade e inclusão da pessoa com deficiência

.
O direito da pessoa com deficiência de viajar com autonomia, segurança e independência foi defendido nesta terça-feira (27) pela secretária especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Rosinha da Adefal, na cerimônia em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, realizada em Brasília. Neste ano, a data foi dedicada ao tema: Turismo para todos: promover a acessibilidade universal.
“Como todo o cidadão, entre tantos direitos elencados na Constituição, na Convenção da ONU e na Lei Brasileira da Inclusão, também temos direito ao turismo e ao lazer. Mas isso não é uma coisa fácil de desfrutar. Ainda temos pouca acessibilidade em relação ao tamanho do nosso país. A boa notícia é que já evoluímos bastante”, disse.
Segundo a secretária, a realização de grandes eventos no Brasil nos últimos anos, como as Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, contribuiu também para a implementação de ações voltadas à inclusão da pessoa com deficiência no turismo brasileiro. Citou como exemplos as capacitações, cursos e seminários sobre o atendimento de pessoas com deficiência promovidos pelo Governo Federal para os operadores do turismo e dos aeroportos.
A secretária destacou ainda como avanço a criação do portal http://www.turismoacessivel.gov.br, que permite ao internauta consultar e avaliar pontos turísticos, hotéis, restaurantes, parques e atrações diversas com acessibilidade. A plataforma é uma realização do Ministério do Turismo, em parceria com a Embratur, a Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério da Justiça e Cidadania e o Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade).

Nenhum comentário: