domingo, 18 de setembro de 2016

Eleitores com deficiência poderão votar em seções especiais


  paraguai15

Eleitores com algum tipo de deficiência física, visual ou auditiva vão poder votar em seções especiais. Em Sorocaba (SP), 1,2 mil eleitores já declararam que vão precisar de algum tipo de auxílio e um dos projetos de acessibilidade são profissionais especializados na linguagem de libras, que ajudarão as pessoas com deficiência auditiva.

Ao todo, 28 municípios do estado de São Paulo contarão com assistentes. Essa iniciativa integra o Projeto Libras do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), implantado pela primeira vez nas eleições gerais de 2014. Na região, as cidades contempladas são Sorocaba, Salto e Campo Limpo Paulista.

A equipe especializada, que será identificada por camisetas, orientará o eleitor surdo sobre a localização de suas seções, alterações do local de votação e outras eventuais questões durante o primeiro turno e o segundo, se houver.

As seções especiais serão instaladas em locais com rampas e/ou elevadores e portas com vão de no mínimo 80 centímetros, devem preferencialmente estar perto de estacionamentos e disponibilizar fones de ouvido para o eleitor cego. Para atender esse eleitor, todas as urnas eletrônicas estão habilitadas com o sistema de áudio e apresentam a opção do teclado em braile e marca de identificação em sua tecla de número 5.

Mesmo que não tenha feito o pedido antecipadamente ao juiz eleitoral, a legislação permite ao eleitor com deficiência contar com o auxílio de uma pessoa de sua confiança no momento do voto. Para tanto, o presidente da mesa receptora deverá verificar se a medida é imprescindível e, caso confirme, o acompanhante será autorizado a ingressar na cabine e poderá, inclusive, digitar os números na urna para o eleitor.

O deficiente que não fez a mudança de seção, continua votando na sua seção de origem. Em cada tecla da urna, o eleitor encontrará a gravação do respectivo número em braille. Quem não lê braille pode votar guiando-se pelo número 5, central, ressaltado no teclado, através de uma pequena barra, logo abaixo do número, na própria tecla. Todas as urnas possuem sistema de áudio, que permitem a conferência e confirmação do voto.

Fontes: g1.globo.com - pessoascomdeficiencia.com.br

Nenhum comentário: