domingo, 24 de setembro de 2017

Projeto de lei: símbolo do autismo pode ser incluído em placas de atendimento preferencial

Para que a lei entre em vigor na cidade de São Paulo, ainda resta uma votação na Câmara dos Vereadores, que deve ocorrer em outubro, e a sanção do prefeito João Doria

Por Crescer online

                                         Símbolo do autismo é uma fita formada por peças de quebra-cabeça, representando a complexidade e diversidade de pessoas no espectro  (Foto: Divulgação)
Símbolo do autismo é uma fita formada por peças de quebra-cabeça, representando a complexidade e diversidade de pessoas no espectro (Foto: Divulgação)

As placas de atendimento preferencial dos estabelecimentos públicos e privados de São Paulo serão obrigadas a incluir o símbolo internacional do Transtorno do Espectro Autista, caso o projeto de lei aprovado nesta terça (19) pela Câmara dos Deputados seja sancionado.

A proposta institui o atendimento prioritário para pessoas autistas em locais como supermercados, aeroportos, bancos e restaurantes, assim como acontece com idosos, gestantes, pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Caso o estabelecimento não cumpra a determinação pode haver advertência formal, multa e até suspensão do alvará.

A previsão é que a proposta seja votada novamente em outubro e depois sancionada pelo prefeito João Doria que estabelecerá os prazos para os estabelecimentos se adequarem.

Muitos autistas são hipersensíveis a estímulos de luz e sons, por isso, filas demoradas em locais claros e barulhentos podem se tornar experiências extremamente estressantes.

Nenhum comentário: