domingo, 17 de dezembro de 2017

No Acre, Papai Noel cadeirante leva alegria a crianças de creche: ‘Já venho de trenó’

Cleildo Pimentel ficou paraplégico após um acidente de trabalho. Crianças aprovaram a novidade e receberam os presentes da Campanha Papai Noel dos Correios, nesta sexta (15).

Por Janine Brasil, G1 AC, Rio Branco

Papai Noel foi fazer a entrega de presentes nesta sexta-feira em uma creche de Rio Branco (Foto: Divulgação/Correios Acre)
Papai Noel foi fazer a entrega de presentes nesta sexta-feira em uma creche de Rio Branco (Foto: Divulgação/Correios Acre)

Foi em uma cadeira de rodas que o Papai Noel dos Correios chegou até a Creche Francisca Leite, no bairro Cidade Nova, em Rio Branco, para entregar os presentes às crianças. A cena inusitada chamou atenção dos pequenos que logo questionaram o bom velhinho. Ele, preparado para a situação, respodia: "já venho de trenó".

Cleildo Carvalho Pimentel, de 42 anos, perdeu os movimentos da cintura para baixo em um acidente de trabalho há 20 anos. Ele trabalhava em uma instalação elétrica, quando levou um choque e ficou paraplégico. Mas, Pimentel não permitiu que a sua nova condição o abalasse. Ele conta que gosta de fazer o bem e pediu para ser voluntário nessa campanha.

“As crianças gostaram, algumas estranharam e eu disse que era diferente, que já vinha com o trenó, com o meu carrinho, e elas adoraram”, falou , com bom humor, Pimentel.

                   Cleildo Pimentel disse que tem o prazer me fazer o bem (Foto: Divulgação/Correios Acre)
Cleildo Pimentel disse que tem o prazer me fazer o bem (Foto: Divulgação/Correios Acre)

Pimentel é aposentado e não tem filhos, mas adora a época de Natal e também se fantasia de Papai Noel em um projeto social de uma igreja.

“Entrei em contato com eles [Correios] para me voluntariar como Papai Noel e depois peguei uma cartinha e doei um presente para duas crianças. Eu gosto de fazer o bem e de participar de ação social”, disse.

A assessora do Correios no Acre, Tatiane Castro, explica que toda a logística foi feita pelo órgão e que valeu muito a pena. “Fomos pegar ele em casa e ele se arrumou nos Correios mesmo, deu tudo certo, e as crianças adoraram muito”, garantiu.

Essa foi a primeira vez que o órgão teve um Papai Noel na condição de cadeirante. “Para a gente é sempre um prazer termos voluntários. Queremos lembrar que as entregas vão continuar e que vamos fazer de tudo para entregar o máximo de presentes antes do Natal. Nas escolas queremos terminar até o dia 22, mas para a comunidade o prazo deve se estender um pouco mais”, finalizou.

                 Crianças da Creche Francisca Leite adoraram a novidade (Foto: Divulgação/Correios Acre)
Crianças da Creche Francisca Leite adoraram a novidade (Foto: Divulgação/Correios Acre)

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: