segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Para Aira e eSight, por usarem “vestíveis” para ajudarem pessoas com deficiência visual a enxergarem

Óculos da eSight ajuda pessoas com deficiência visual a enxergarem melhor detalhes e imagens à distância.
Óculos da eSight ajuda pessoas com deficiência visual a enxergarem melhor detalhes e imagens à distância.

Por Kevin Roose - The New York Times

Cerca de 10 milhões de norte-americanos são cegos ou possuem alguma deficiência visual, e até recentemente, as companhias de tecnologia não tinham muito que oferecer a eles. Mas isso está mudando, graças a startups como a eSight e a Aira, duas empresas que estão se aproveitando dos recentes avanços dos dispositivos mobile e imaginando tecnologias para ajudar deficientes visuais a navegarem pelo mundo.

Aira, uma startup de San Diego, oferece “intérpretes visuais” através de um serviço on-demand de assinaturas. Os usuários do serviço usam óculos com câmeras e conexão sem fio para compartilhar as imagens do seu entorno com pessoas que, em tempo real, descrevem o ambiente e os guiam durante tarefas complexas. A companhia levantou US$ 12 milhões numa rodada de investimentos no começo do ano e recentemente conseguiu uma parceria com a Lyft (principal concorrente do Uber nos EUA) para melhorar a acessibilidade do seu serviço de atendimento.

ESight, uma empresa de Toronto, está desenvolvendo uma tecnologia para ajudar pessoas que prejudicaram seriamente a visão, mas não a perderem totalmente. Este ano, a empresa lançou o eSight 3, a última versão do seu headset, que usa câmeras digitais e algoritmos de processamento de imagem — similares aos presentes em alguns sistemas de realidade virtual — para capturar e realçar o que os usuários veem. A imagem melhorada aparece em duas telas próximas aos olhos dos usuários, o que facilita para eles poderem ver detalhes pequenos ou distantes.

Essas tecnologias não permitem ainda que pessoas cegas dirijam ou façam outras atividades complexas, mas elas facilitam bastante o cotidiano e, para muitos deficientes visuais, elas foram uma benção.



Nenhum comentário: