quinta-feira, 28 de junho de 2018

EUA aprovam primeiro medicamento derivado da maconha

O uso do medicamento é aprovado contra a síndrome Lennox-Gastaut e a síndrome Dravet em pacientes de dois ou mais anos de idade, apontou a FDA.

Por France Presse

Scott Gottlieb, comissário da FDA, agência reguladora de medicamentos e alimentos dos EUA (Foto: Eduardo Munoz/Reuters)
Scott Gottlieb, comissário da FDA, agência reguladora de medicamentos e alimentos dos EUA (Foto: Eduardo Munoz/Reuters)

As autoridades americanas aprovaram nesta segunda-feira o primeiro medicamento derivado da maconha para a venda no país, Epidiolex, que será usado para tratar dois tipos raros, mas severos de epilepsia infantil.

O Epidiolex contém canabidiol purificado, o CBD, que é um dos mais de 80 componentes ativos da planta de cannabis.

"Este é um importante avanço médico", anunciou o comissário Scott Gottlieb, da agência americana de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês).

"Mas também é importante notar que esta não é uma aprovação da maconha ou de todos os seus componentes. É a aprovação de um medicamento específico de CBD para um uso específico", acrescentou.

O uso do medicamento é aprovado contra a síndrome Lennox-Gastaut e a síndrome Dravet em pacientes de dois ou mais anos de idade, apontou a FDA.

Os dois tipos de epilepsia causam severas convulsões.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: