segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Cadeirante que se arrastou para votar no 1º turno em Salvador é transferido para seção com acessibilidade - Veja o vídeo.

Após transtornos no dia 7 de outubro, Caio Leonardo Serra não teve dificuldades para votar no maior colégio eleitoral da capital baiana neste domingo (28).

Por G1 BA

Cadeirante Caio Leonardo durante votação em Salvador — Foto: Juliana Cavalcante/TV Bahia
Cadeirante Caio Leonardo durante votação em Salvador — Foto: Juliana Cavalcante/TV Bahia

O rapaz cadeirante de 19 anos  que precisou se arrastar pelo chão para chegar até a seção eleitoral durante o primeiro turno em Salvador, viveu uma situação diferente neste domingo (28).

Clique AQUI para ver o video

Caio Leonardo Serra dos Santos Bassalo não teve dificuldades para votar no Colégio Estadual Luiz Vianna, no bairro de Brotas, maior colégio eleitoral da capital baiana. Neste segundo turno, a seção dele mudou do Pavilhão B para o C, que possui acessibilidade.

Caio chegou por volta das 10h40, acompanhado da mãe Tatiane Serra, que saiu a pé do Alto do Saldanha até o Colégio Estadual Luiz Vianna, em Brotas. No local de votação, o cadeirante registrou o voto com tranquilidade.

Transtornos

Resultado de imagem para Eleições 2018: jovem cadeirante se arrasta para votar em Salvador
Eleições 2018: jovem cadeirante se arrasta para votar em Salvador

No dia 7 de outubro, o rapaz de 19 anos precisou subir dois andares de escada se arrastando para chegar até sua seção eleitoral.

Lucas tem artrogripose congênita nos membros inferiores e também limitações na fala.

Em entrevista ao G1 no dia, a mãe relatou que Caio tinha muita vontade de votar e, por isso, não desistiu. "Ele queria muito votar, aí desceu da cadeira e subiu os dois andares se arrastando".

Caio Leonardo votou em Salvador — Foto: Juliana Cavalcante/TV Bahia
Caio Leonardo votou em Salvador — Foto: Juliana Cavalcante/TV Bahia

Caio Leonardo garantiu voto em Salvador — Foto: Juliana Cavalcante/TV Bahia
Caio Leonardo garantiu voto em Salvador — Foto: Juliana Cavalcante/TV Bahia

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: