terça-feira, 20 de novembro de 2018

Rio Grande do Norte tenta superar marca de 2017 nas Paralimpíadas Escolares

Delegação potiguar tem 42 representantes na edição deste ano. Atletas vão disputar as modalidades de atletismo, bocha, goalball, natação e tênis de mesa em São Paulo

Por GloboEsporte.com — Natal

Foto: Divulgação/SEEL
Rio Grande do Norte tenta superar marca de 2017 nas Paralimpíadas Escolares

O Rio Grande do Norte terá 42 atletas nas Paralimpíadas Escolares deste ano, em São Paulo. A cerimônia de abertura da competição será realizada nesta terça-feira, às 19h (horário de Brasília), no Pavilhão Oeste de Exposições do Anhembi. Os atletas potiguares estão em ação nas modalidades de atletismo, bocha, goalball, natação e tênis de mesa, e a expectativa é superar o desempenho de 2017.

No ano passado, o RN conquistou 36 medalhas (nove de ouro, 15 de prata e 12 de bronze) e terminou a competição em 14º lugar.

Nossos atletas estão muito bem preparados e estamos prontos para ultrapassar o número de medalhas conquistadas no ano passado - comentou Marília Azevedo, chefe da delegação e integrante da equipe técnica da Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer.

Organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, as Paralimpíadas Escolares vão reunir 992 inscritos de 24 Estados e do Distrito Federal, e terão 11 modalidades no total: atletismo, bocha, basquete em cadeira de rodas (formato 3x3), futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, judô, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado. A faixa etária contemplada para as disputas é de 12 a 17 anos.

Nenhum comentário: