quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Brasil conquista medalhas inéditas na Copa do Mundo de Esqui Cross-Country

Imagem

Por CPB

O Brasil conquistou nesta quarta-feira, 12, medalhas inéditas na Copa do Mundo de Esqui Cross-Country, em Vuokatti, na Finlândia. Aline Rocha e Cristian Ribera ficaram com o bronze em suas categorias e levaram o Brasil ao pódio pela primeira vez na história do evento.

Aline fechou a sua prova com 80,31 pontos IPC - novo recorde nacional da prova. A catarinense, que também compete em provas de atletismo e representou o Brasil tanto nos Jogos Paralímpicos de Verão quanto no de Inverno, emocionou-se com o pódio. "Olhei para o painel de resultado várias vezes depois que a prova terminou. Estava pensando se poderia mudar, mas, não, meu nome continuava como terceiro lugar. Foi uma alegria imensa”, disse.

A outra medalha veio com Cristian Ribera, de apenas 16 anos. Ele também estabeleceu um novo recorde nacional ao cravar 13,12 pontos IPC em sua categoria. Vale ressaltar que Cristian, então atleta mais jovem da última Paralimpíada de Inverno, em PyeongChang, na Coreia do Sul, teve o melhor resultado brasileiro no evento - um sexto lugar.

“Eu ainda estou em êxtase com o resultado da minha prova, nem acredito que eu fui tão forte a ponto de alcançar o pódio. Eu consegui a primeira medalha internacional para nosso país, numa Copa do Mundo, nesse esporte que eu amo tanto”, descreveu.

A Copa do Mundo de Vuokatti abre a temporada de inverno no hemisfério norte. Serão três Copas do Mundo de Esquei Cross-Country, sendo esta a primeira delas. As provas na Finlândia ocorrem de 12 a 19 de dezembro e o Brasil conta com cinco representantes: além dos já medalhistas Aline Rocha e Cristian Ribera, estão lá Thomaz de Moraes, Guilherme Rocha e Robelson Moreira.

A delegação brasileira está desde o dia 3 de dezembro em Vuokatti, em intensos treinamentos e se adaptando ao clima e à neve. Desde novembro, entretanto, os atletas estiveram se preparando com treinos físicos e com rollerski no Centro de Treinamento da CBDN – Confederação Brasileira de Desportos na Neve –, em São Carlos (SP).

“Foi um dia sensacional, para ficar na história. Cristian e Aline fizeram excelentes provas e mostraram para todos que realmente é possível disputar com os grandes, mesmo treinando a maior parte do tempo no asfalto. Parabéns a toda a equipe que está por trás da preparação deles, estamos no caminho certo”, conclui Leandro Ribela, treinador chefe do Para Ski Cross Country brasileiro.

Com informações da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN)

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: