terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Cone de bloqueio para vaga reservada. Sim ou não?

Cone de bloqueio para vaga reservada

por Ricardo Shimosakai

Cone de bloqueio para vaga reservada. Sim ou não? Cones, cavaletes e alguns outros objetos, algumas vezes são colocados nas vagas de estacionamento reservadas para pessoas com deficiência na intenção de criar uma resistência para aquelas pessoas que não necessitam e nem tem direito ao uso da vaga, mas que faze isso de modo ilegal. A probabilidade dessas pessoas estacionarem na vaga, quando ela está livre, sem nenhum bloqueio é bem maior.

Porém esse tipo de bloqueio também atrapalha a pessoa com deficiência, principalmente quando ele é o motorista e está sozinho. Teria que descer do carro para tirar o bloqueio, pedir para alguém fazer o favor de tirá-lo ou para os mais habilidosos, conseguir tirar o bloqueio mesmo dentro do carro. Em qualquer das três opções, isso acaba gerando uma dificuldade.

É claro que o ideal seria as pessoas respeitarem as vagas, do jeito que a lei manda, e para quem desrespeita existem multas. Mas esse respeito ainda não faz parte da cabeça de muitas pessoas. Então a questão é, qual a melhor opção: ter o cone para inibir o desrespeito e ter uma probabilidade maior de encontrar a vaga livre? Ou não colocar o cone, para que não tenha nenhuma dificuldade para estacionar o carro, mesmo a vaga estando mais vulnerável ao desrespeito?

Lembrando que para estacionar em vagas de estacionamento reservadas, seja para pessoas com deficiência ou idosos, é preciso ter o cartão de estacionamento oficial. Ele te validade em todo o território nacional. É exigido em locais devidamente sinalizados, em vias públicas como ruas e avenidas e em algumas cidades como São Paulo, também em estacionamento particulares como em shoppings centers, supermercados e outros locais privados. O adesivo com o símbolo internacional de acessibilidade é somente uma sinalização e não dá a devida autorização legal para estacionar nas vagas reservadas.



Nenhum comentário: