sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Mara Gabrilli assina primeiras emendas: "Minha missão é ajudar vulneráveis"

Imagem: Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Gustavo Frank Da Universa

Nesta quinta-feira (7), Mara Gabrilli usou seu Twitter para anunciar a assinatura de suas primeiras emendas como senadora, que são propostas às medidas provisórias relacionadas a questões previdenciárias das pessoas com deficiência.

Na rede social, a representante do estado de São Paulo no Senado publicou uma foto em que aparece "garantindo que nenhum direito conquistado seja violado", como ela mesma descreveu ao postar a imagem.

"Eu me sinto orgulhosa porque essa é minha obrigação. Eu acabei desenvolvendo uma intimidade para lidar com público mais vulnerável. Idoso, pessoas discriminadas e com deficiência que vivem em situação difícil no Brasil. Chega uma MP dessas na minha frente, eu não consigo não ler por meio desse olhar. Essa é minha missão, porque é muito fácil esquecer dessas pessoas", contou a senadora à Universa.

"Nossa preocupação é que quem recebe isso é para sobreviver e comer"

Mara afirmou ainda que repudia a medida de quebrar o sigilo bancário e o médico desses indivíduos e reforça a intenção de "acreditar na população" -- sendo esse o teor de suas propostas à Medida Provisória 871/2019.

"É uma afronta você quebrar o sigilo bancário para fazer essas verificações. Temos que acreditar no nosso povo. E pensar em uma forma de fiscalizar melhor do que isso. São pessoas muito humildes. Nossa preocupação é que quem recebe isso é para sobreviver e comer. São as pessoas mais vulneráveis. É uma rigidez muito grande, um crime de colarinho branco. Crime de corrupção", opina.

"A rede social ultimamente tem condicionado meu mandato"

Por fim, a senadora fala sobre como o uso das redes sociais têm sido importante para o seu papel na política, criando um contato mais próximo com a população que demanda por melhorias.

"Quando eu era vereadora não era assim. De 2007 a 2010. Foi quando eu me tornei deputada que as redes sociais viraram minha porta principal para receber demanda. São eles que me avisam. Muita coisa que chega para mim antes por meio da população. Depos disso, vou me aprofundar, apurar. Ver o que está acontecendo, de fato. A rede social ultimamente tem condicionado meu mandato".

Fonte: universa.uol.com.br

Nenhum comentário: