quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Prodígio da natação italiana é baleado e vai ficar paraplégico

Imagem: Reprodução
Reprodução
Manuel Bortuzzo natação Itália

Do UOL, em São Paulo

O nadador Manuel Bortuzzo, de 19 anos e uma das promessas dos esportes aquáticos da Itália, perdeu a mobilidade das pernas após ter levado um tiro na noite do último sábado, em Roma. Ele sofreu uma lesão medular, segundo a imprensa local.

"Infelizmente isso quer dizer que, por enquanto, acreditamos que não será possível haver uma recuperação funcional do movimento das pernas", disse nesta terça-feira o diretor do Departamento de Neurologia do hospital San Camillo Forlanini, Alberto Delitala.

"A possibilidade de recuperar a mobilidade das pernas com o conhecimento médico atual não é possível", completou o médico.

Nascido em Trieste, em 1999, Bortuzzo chegou à capital para treinar e tentar entrar para a seleção italiana. A federação nacional via o atleta como uma promessa das provas de meio fundo.

Na madrugada de sábado para domingo, o nadador, alguns amigos, a namorada e outros atletas permaneceram por algum tempo na porta de um bar. Eles foram barrados por causa de uma briga que ocorreu no local. Na volta para casa, uma pessoa em uma moto atirou contra Bortuzzo.

As autoridades suspeitam que os agressores, supostamente vinculados à máfia local, confundiram o jovem nadador com outra pessoa, possivelmente ligada à confusão no bar. Por enquanto, os investigadores identificaram e interrogaram um dos participantes da briga, que, no entanto, negou envolvimento no ocorrido.

"Ele voltará a andar", afirma pai de nadador italiano que foi baleado.

O pai do nadador Manuel Bortuzzo, Franco Bortuzzo, disse acreditar que o filho voltará a andar. O jovem de 19 anos, visto como uma das promessas da Itália, perdeu a mobilidade das pernas após ter levado um tiro. no último sábado, em Roma. Ele sofreu uma lesão medular.

"Falamos para Manuel sobre a paralisia dele. Ele não chorou. Nós não paramos de esperar, vamos leva-lo para um centro especializado, e ele voltará à vida dele. Voltará a andar, como prometido. E agora a família dele é a Itália, ele é um filho da Itália", disse Franco.

Nascido em Trieste, em 1999, Manuel chegou à capital para treinar e tentar entrar para a seleção italiana. A federação nacional via o atleta como uma promessa das provas de meio fundo. Na madrugada de sábado para domingo, o nadador, alguns amigos, a namorada e outros atletas permaneceram por algum tempo na porta de um bar. Eles foram barrados por causa de uma briga que ocorreu no local.

Na volta para casa, uma pessoa em uma moto atirou contra Bortuzzo. De acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, dois suspeitos estão presos: Lorenzo Marinelli e Daniel Bazzano, de 24 e 25 anos, respectivamente. Segundo a publicação, eles teriam admitido ter atingido o nadador "por engano", pensando que era outra pessoa ligada à confusão no bar.

Nenhum comentário: