quinta-feira, 18 de abril de 2019

'Aprendo a ver o mundo de outra forma', diz autora de produção sobre autismo lançada em MG - Veja o vídeo.

Documentário “Singularidades - Um Olhar Sobre o Autismo”, de Poços de Caldas (MG), narra desafio de diagnósticos no espectro autista e traz visão de psicólogos sobre o tema.

Por Camilla Resende*, G1 Sul de Minas — Poços de Caldas - *sob supervisão de Fernanda Rodrigues

A jornalista Gabriela Bandeira e o cinegrafista Humberto Luiz produziram documentário Singularidades — Foto: Camilla Resende/G1
A jornalista Gabriela Bandeira e o cinegrafista Humberto Luiz produziram documentário Singularidades — Foto: Camilla Resende/G1

O documentário “Singularidades - Um Olhar Sobre o Autismo” será lançado na noite desta quarta-feira (17), às 19h30, no Instituto Moreira Salles (IMS) de Poços de Caldas (MG). O curta-metragem é fruto da parceria entre a jornalista poços-caldense Gabriela Bandeira e o cinegrafista Humberto Luiz. A produção traz histórias de famílias de pessoas diagnosticadas com autismo e narra os desafios enfrentados por elas, além de mostrar a visão de psicólogos sobre o assunto. "Aprendo a ver o mundo de outra forma", comenta a autora.

Em cerca de 20 minutos, o documentário relata os casos de quatro famílias que têm algum membro no espectro e procura ressaltar a individualidade de cada um. O documentário é parte do Projeto Singularidades, que começou com um livro reportagem escrito por Gabriela em 2017. De lá para cá, ela destaca o envolvimento com a causa.

"Eu tenho uma vivência que eu acordo e durmo respirando o assunto. É uma experiência diária que eu tenho achado extremamente válida para aprender a visualizar o mundo de outra forma, a valorizar os pequenos detalhes e é uma forma de acabar com a sua ignorância, porque às vezes a gente é muito ignorante em relação a assuntos que a gente não conhece", opina.

Documentário Singularidades conta histórias de pessoas diagnosticadas com autismo — Foto: Reprodução/ Documentário Singularidades
Documentário Singularidades conta histórias de pessoas diagnosticadas com autismo — Foto: Reprodução/ Documentário Singularidades

O documentário é dividido em quatro capítulos, cada um sobre um personagem. Entre eles, psicólogos falam sobre o assunto.

Uma das personagens do documentário é a pequena Antonella, que foi diagnosticada com o espectro depois de completar três anos. Autêntica, ela mostra desenvoltura em frente as câmeras e tenta explicar a definição.

“O que eu acho que é mesmo é uma pessoa, assim, diferente. Porque como tem vários tipos de autismo eu não sei, é uma pessoa diferente", comenta Antonella em trecho do documentário.


Projeto Singularidades

O Projeto Singularidades já havia começado antes mesmo do documentário ser produzido. A primeira etapa foi a publicação de um livro reportagem, escrito por Gabriela para o seu trabalho de conclusão de curso da faculdade de Jornalismo.

Dois meses depois de receber nota máxima da banca avaliadora, a autora do livro conseguiu publicá-lo de forma independente.

Gabriela Bandeira deu início ao projeto Singularidades com a publicação de um livro — Foto: Camilla Resende/G1
Gabriela Bandeira deu início ao projeto Singularidades com a publicação de um livro — Foto: Camilla Resende/G1

Entre os escritos, ela narra toda a vida dos personagens diagnosticados, os primeiros sinais, até os desafios diários e do aprendizado pelo qual a família passa e aprende a comemorar, além da busca pela independência.

Depois de narrar tantas histórias no livro, a jornalista escolheu alguns dos personagens e levou-os para frente das câmeras para que dessem sua própria voz às vivências que escolheram compartilhar. Além do livro e do curta-metragem, o projeto conta ainda com um portal de notícias.

Projeto Singularidades tem um livro reportagem publicado e um portal de notícias que trata sobre autismo  — Foto: Camilla Resende/G1
Projeto Singularidades tem um livro reportagem publicado e um portal de notícias que trata sobre autismo — Foto: Camilla Resende/G1

A ideia do portal Singularidades é facilitar a vida de quem busca por informações sobre o tema. No espaço online, a jornalista mantém colunas especiais escritas por mães de autistas, outra com opiniões de psicólogos e também a coluna "Por Dentro do Autismo".

Aprendizado diário

Gabriela conta que se interessou pelo tema depois que a mãe começou a trabalhar como babá de uma menina autista. A pedido da mãe que queria saber mais, a jornalista lia artigos e assistia a documentários para contar o que aprendia de novo.

Desde então o evolvimento de Gabriela com a causa aumentou e ela classifica a experiência como um aprendizado diário. Ela explica ainda que se envolveu com os personagens do livro além das reportagens escritas.

Gabriela desenvolveu laços de amizade e acompanha a vida de cada um dos entrevistados. "Essas pessoas que estão no meu livro eu não considero como uma pessoa que eu conheci, entrevistei e pronto. Eu considero que são meus amigos mesmo. Eu acompanho em todos os aspectos, se o filho está melhor, se está fazendo terapia… enfim", destaca.

A frente do Projeto Singularidades, Gabriela conta que cria laços de amizades com as famílias que entrevista — Foto: Camilla Resende/G1
A frente do Projeto Singularidades, Gabriela conta que cria laços de amizades com as famílias que entrevista — Foto: Camilla Resende/G1

Tanto envolvimento se dá também pela identificação com o tema. A jornalista conta que, com o contato diário, ela aprendeu, inclusive, a respeitar as próprias particularidades.

"Eu acho que quando você começa a falar sobre isso, você começa a desembaçar sua vista para muitas coisas. É uma quebra de preconceito, você deixa de ser ignorante e é uma forma muito legal de aprender. Eu aprendo diariamente com muitas pessoas", finaliza Gabriela.

A exibição do documentário tem entrada gratuita. O IMS fica na rua Teresópolis, 90, Jardim dos Estados.

Serviço
Lançamento do documentário “Singularidades - Um Olhar Sobre o Autismo”

Quando: Quarta-feira (17), às 19h30

Onde: IMS - rua Teresópolis, 90, Jardim dos Estados

Entrada gratuita

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: