quarta-feira, 17 de abril de 2019

Cerca de 400 pacientes recebem gratuitamente aparelhos auditivos em Macapá

Distribuição foi feita pelo Centro de Reabilitação do Amapá (Creap).

Por Ugor Feio, G1 AP — Macapá

Cerca de 400 pacientes recebem aparelhos auditivos personalizados, em Macapá — Foto: Ugor Feio/G1
Cerca de 400 pacientes recebem aparelhos auditivos personalizados, em Macapá — Foto: Ugor Feio/G1

O Centro de Reabilitação do Amapá (Creap) deu início nesta terça-feira (16) ao Programa de Conservação Auditiva na sede do órgão, no Centro de Macapá. O projeto realiza, ao longo do ano, a distribuição de aparelhos auditivos para cerca de 400 pacientes em tratamento na unidade.

A aquisição é oriunda de recursos do Ministério da Saúde, por meio do fundo de concessão de aparelhos auditivos. A entrega contou simbolicamente com a presença de 30 pacientes. Os demais serão convocados para receber o equipamento nos próximos dias.

Amaury Bastos, diretor presidente do Creap e Thais Basto, coordenadora do Programa de Conservação Auditiva — Foto: Ugor Feio/G1
Amaury Bastos, diretor presidente do Creap e Thais Basto, coordenadora do Programa de Conservação Auditiva — Foto: Ugor Feio/G1

O evento contou com coquetel de recepção e o diretor do Creap, Amaury Bastos, explicou que os equipamentos foram feitos nos moldes dos ouvidos de cada paciente. Também foi ensinado a cada usuário a melhor forma de como utilizar, armazenar e higienizar os aparelhos.

"Cada paciente recebe um aparelho personalizado. Nenhum deles dá 100% de audição. A gente trabalha com resíduo auditivo de cada um, que além de receber o aparelho, recebe também palestras sobre as formas corretas de uso e manutenção", explicou.

Cerca de 800 aparelhos auditivos personalizados foram distribuídos a pacientes do Creap — Foto: Ugor Feio/G1
Cerca de 800 aparelhos auditivos personalizados foram distribuídos a pacientes do Creap — Foto: Ugor Feio/G1

O aposentado Manoel Lima, de 69 anos, foi um dos usuários que recebeu os aparelhos. Ele conta que já faz acompanhamento terapêutico no centro há dois anos.

"É uma satisfação muito grande poder ouvir novamente e ainda fazer acompanhamento com uma equipe com diversos tipos de profissionais. É gratificante, estou muito feliz de estar aqui hoje", contou.

Manoel Lima, de 69 anos, foi um dos usuários que recebeu os aparelhos auditivos personalizados — Foto: Ugor Feio/G1
Manoel Lima, de 69 anos, foi um dos usuários que recebeu os aparelhos auditivos personalizados — Foto: Ugor Feio/G1

Segundo a coordenadora do projeto, Thais Basto, o centro realiza não só a distribuição de aparelhos, mas também o acompanhamento, tratamento e encaminhamento de crianças e deficientes auditivos para procedimentos cirúrgicos na rede pública.

"O paciente recebe o aparelho e uma semana depois tem um retorno e entra em terapia. Crianças de 0 a 3 anos ainda recebem encaminhamento para cirurgia. Atendemos pacientes de todas as idades, temos bebês e até um senhor de 105 anos", completou.

Thais Basto palestra aos pacientes que receberam aparelhos auditivos — Foto: Ugor Feio/G1
Thais Basto palestra aos pacientes que receberam aparelhos auditivos — Foto: Ugor Feio/G1

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: