quinta-feira, 11 de abril de 2019

'Por que Deus tirou a minha perna?', disse menina que sofreu amputação após ser cortada por linha chilena

A menina Eloah teve suas pernas cortadas por linha de pipa quando passava com a mãe pela Avenida Brasil
A menina Eloah teve suas pernas cortadas por linha de pipa quando passava com a mãe pela Avenida Brasil Foto: Reprodução

Flávia Junqueira

"Por que Deus tirou a minha perna?" A mãe da menina Eloah, de 8 anos, que teve a perna direita amputada acima do joelho neste domingo depois de ter sido atingida por linha chilena — usada para soltar pipa —, contou como foi duro ouvir essa pergunta da filha e vê-la inconformada diante da resposta. Agora, a família se mobiliza para conseguir recursos e acelerar o tratamento, que vai incluir uma prótese para a criança voltar a andar.

— Foi o dia mais sofrido ao lado dela. Eloah estava em pânico. E eu, sem chão. Ela me perguntava por que Deus tinha tirado a perna dela. Eu respondi: 'minha filha, só havia duas escolhas: a sua vida ou a sua perna'. Ela está sentindo dor, e a médica disse que era normal. Hoje (segunda-feira), ela acordou mais conformada — contou Vanessa Souza.

Eloah está internada na UTI pediátrica do Hospital municipal Albert Schweitzer, em Realengo. Na última sexta-feira, a menina já havia passado por uma cirurgia em que os médicos tentaram salvar a veia femoral da criança, mas não conseguiram.

— No hospital, me informaram que ela vai receber acompanhamento psicológico. Sabemos que ela tem direito à prótese para a perna pelo sistema público, mas vai demorar para ela conseguir. Por isso, estamos nos mobilizando e fazendo campanhas para conseguir doações e acelerar a reabilitação dela — disse a mãe.

Vanessa está fazendo o que pode para tentar amenizar o sofrimento da filha. Com a ajuda de amigos e familiares, comprou um celular para ajudar a menina a se distrair durante a internação.

— Não temos previsão de alta. Estou levando um celular para ajudar a distrair a mente dela e uma boneca que ela queria muito — disse a mãe.

Linha cortou as duas pernas da criança

O acidente aconteceu no último dia 31. Vanessa contou que seguia com a filha — a menina voltava da casa do pai — quando Eloah saiu correndo. A mãe pediu que a criança voltasse. Quando ela fez isso, foi ferida pela linha. Vanessa começou a gritar pedindo socorro.

Um casal, então, apareceu e parou um carro. O motorista levou mãe e filha para o hospital. Eloah perdia muito sangue e foi operada de emergência. Durante a cirurgia, os médicos tiraram uma veia de um dos pés da garota para colocar na perna, auxiliando assim a circulação do sangue. Mas, dois dias depois, a menina relatou que não estava sentindo a perna. Segundo Vanessa, exames mostraram uma trombose no membro, e o sangue não circulava como deveria.

As linhas chilenas — usadas para soltar pipa — têm a venda proibida no Brasil. Algumas são feitas com óxido de alumínio, o que as torna extremamente cortantes.

Nenhum comentário: