sexta-feira, 3 de maio de 2019

Familiar de aluno do Centro de Formação inova na criação de bola de goallball

Imagem

por CPB

Os alunos do Centro de Formação em esportes paralímpicos sempre trazem novidades. Desta vez, a família do Nicolas Garrido foi a responsável por uma nova bola de goalball. O aparato produzido pela prima do aluno passou a fazer parte das aulas do projeto. Todas as atividades do Centro de Formação ocorrem no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, e atendem cerca de 370 crianças com deficiência.

Nicolas Garrido, sete anos, nasceu prematuro, com apenas cinco meses. Após uma hemorragia interna, sofreu um deslocamento da retina, que acarretou na perda da visão. Desde os três anos, quando estava no colégio, o garoto teve contato com o esporte paralímpico e, no ano seguinte, conheceu o goalball.

Antes mesmo de começar as aulas no Centro de Formação, projeto oferecido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, a mãe de Nicolas, Regina Garrido e sua prima Angela Bertoli começaram a produzir uma bola de goalball mais leve, uma vez que a bola oficial tem 1,2kg, o que é pesado para uma criança tão pequena. O brinquedo confeccionado pela família tem uma câmera de borracha, revestida por E.V.A, com guizo no interior.

"Eu não sabia nada sobre deficientes visuais, pois não tinha contato com nenhum. Tudo foi novidade, e queríamos brincar com ele como sempre fiz, então comecei a ir atrás de bolas mas elas eram muito pesadas. Tentamos fazer uma que ele pudesse brincar, ai começou a dar certo e as pessoas se interessaram", contou Regina, sobre a importância da bola criada por ela e a prima.

Após o sucesso da bola diferente, as primas criaram um site que visa à adaptação de brinquedos para crianças com deficiências. Elas podem possuir um tamanho diferenciado de acordo com a opção do comprador, até mais pesada se for necessário.

As modalidades que são oferecidas pelo projeto são: atletismo, bocha, futebol de 5, goalball, judô, natação, tênis de mesa e vôlei sentado. Teve início em abril de 2018 e tem como objetivo promover a iniciação de crianças com deficiência física, visual ou intelectual na faixa etária de 10 a 17 anos.

Podem participar do Centro de Formação em esportes paralímpicos crianças com deficiência física, visual ou intelectual, residentes na cidade de São Paulo ou municípios vizinhos e que estejam matriculadas em rede de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail formacaoesportivaparalimpica@cpb.org.br, contendo a  ficha de inscrição ou pessoalmente no CT Paralímpico (Rodovia dos Imigrantes, km 11.5, São Paulo), com o departamento de Coordenação de Esporte Escolar.

Nenhum comentário: